X
X

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper para XBOX 360
62
Metacritic
Disponivel somente para XBOX 360
Estou jogando
  • Seus
    check-ins
    ?
  • Total de pessoas 0
  • Total de check-ins 0

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper é um novo jogo baseado nas histórias do famoso detetive, que coloca o personagem de Arthur Conan Doyle contra o criminoso anônimo da vida real, Jack o Estripador, em um cenário baseado na Era Vitoriana do final do século XIX. O jogo traz um elaborado "point and click", oferecendo diversas outras opções para análise de pistas e de fatos, além de um sistema de dedução de forma a chegar a algumas conclusões a respeito dos casos em pauta. Além disso, Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper traz um visual e gráficos muito bem elaborados para jogos do gênero.

X Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper é um novo jogo baseado nas histórias do famoso detetive, que coloca o personagem de Arthur Conan Doyle contra o criminoso anônimo da vida real, Jack o Estripador, em um cenário baseado na Era Vitoriana do final do século XIX. O jogo traz um elaborado "point and click", oferecendo diversas outras opções para análise de pistas e de fatos, além de um sistema de dedução de forma a chegar a algumas conclusões a respeito dos casos em pauta. Além disso, Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper traz um visual e gráficos muito bem elaborados para jogos do gênero.
  • Número de jogadores:
  • Offline: 1
  • Online: 0
  • Coop: 0

Notas do game

62
Metacritic
6
7 Gamers

Dê sua nota

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10

Mais lojas

Sherlock Holmes vs. Jack the Ripper não está disponível no momento.
Gostaria que avisássemos por e-mail quando ele estiver disponível?

7 gamer(s) avaliaram este jogo

Os Gamers do Compare Games deram em média nota 6.0 para este jogo.
6
O Metacritic, que é a nota da crítica internacional especializada, tem a média 62 para este jogo.
Envie seu review
Small
10/10/2012

Sherlock Holmes versus Jack the Ripper é um novo capítulo na já conhecida saga de aventuras de Sherlock Holmes, da Frogwares. A história passa-se em Londres no distrito de Whitechapel na era Vitoriana, mais concretamente em 1888, onde uma onda de crimes horrendos se espalha na zona este de Londres. Corpos de prostitutas mutiladas são encontrados, não deixando muitas pistas para a polícia encontrar o assassino antes que outra atrocidade seja cometida.O enredo é uma réplica da verdadeira história de Jack the Ripper, grande parte dos factos foram retirados de relatórios da polícia e da imprensa,  etal como aconteceu na realidade durante o jogo iremos presenciar a morte de 5 prostitutas, sendo a única ficção o facto de Sherlock Holmes e o seu melhor amigo Dr. Watson terem decidido envolver-se no caso depois de terem lido um artigo no jornal. Nesta aventura irás controlar tanto o Sherlock Holmes como o Dr. Watson durante a investigação de todos crimes e mesmo na identificação do Jack the Ripper, nome atribuído pela imprensa ao assassino de Whitechapel.Este novo capitulo de Sherlock Holmes revela algumas melhorias. As ruas de Whitechapel estão mais populadas, bêbados e prostitutas vagueiam nas ruas sombrias, vendedoras de flores, entre outras personagens da época, tornam o ambiente nas ruas extremamente realista. Um exemplo disso é que as personagens que encontramos ao longo das ruas e becos nunca são sempre as mesmas, ou seja um bêbado que encontramos numa esquina com um garrafa na mão a seguir poderá estar deitado no chão a dormir debaixo da ombreira de uma porta. Quanto às ruas, iremos encontrar pedras da calçada partidas, tintas estaladas, os prédios e carruagens parcialmente "destruídos" devido às condições atmosféricas adversas de Londres, e todas estas “novidades” envolvidas num nevoeiro que parece nunca desaparecer.  Todas as cenas dos crimes são investigadas minuciosamente por Sherlock Holmes e Dr. Watson após cada homicídio e muitas vezes não estamos muito longe do assassíno, o que aumenta a atmosfera macabra à volta de cada corpo. Os cadáveres não revelam um aspecto que poderia ser repulsivo para aqueles jogadores mais sensíveis, sendo utilizado uma versão mais “desenhada” quando estamos a olhar para o corpo de perto. As marcas de hematomas, objectos que a vítima estava a segurar quando o homícidio ocorreu, certas roupas rasgadas, uma poça de sangue ou mesmo o intestino estar fora do corpo, são imagens de facto nada impressionantes e facilitam a tarefa de investigação não nos deixando muitas margens para erro no que toca a provas. Após a examinação do local do crime e das suas variáveis, o jogo leva-nos para um quadro de dedução onde podemos arrumar todas as pistas recentemente recolhidas na cena do crime. Também temos acesso a depoimentos de testemunhas que nos forneceram detalhes importantes, algumas chegaram mesmo a ver o assassíno, este pormenor é deveras importante quando chegamos à parte em que temos que identificar o assassíno – Jack The Ripper. Cada cena do crime envolve um quadro de dedução, onde as nossas pistas irão ser colocadas como se fossem post its, e a partir daí um menu com três cenas, motivos ou descrições irá ajudar-nos a construir um cenário verosímil para cada um dos crimes cometidos.Muitas vezes o jogo transporta-nos para a morada 221b Baker Street, a tão famosa casa de Sherlock Holmes onde podemos observar alguns dos pertences da vida privada do detective: o seu violino, cachimbo, a sua mesa de trabalho, livros nas estantes, o seu quarto, manequins com partes de “disfarces” - perucas, bigodes e afins que ele usaria em certas partes da sua investigação e que mais tarde irá servir para criar a “personagem” de Jack the Ripper. Um homem tão famoso como ele na altura sendo visto a vaguear nas ruas a seguir aos crimes levantaria um certo “reboliço” e por isso ele optou por em certas fases ir disfarçado como um habitante comum das ruas de Whitechapel, permitindo assim obter mais depoimentos de pessoas importantes para a investigação que não seriam facultadas a um detective do seu gabarito com medo de surgirem mais tarde complicações com a polícia local. Além disso o Dr Watson não estaria treinado para certas partes desta investigação, impossibiltando-o de auxiliar Sherlock em certas fases.A investigação é muitas vezes interrompida por tarefas, pequenos favores que temos que fazer aos diversos personagens que estão envolvidos na investigação, puzzles (que fazem justiça ao nome quebra-cabeças), uns mais complicados que outros. Estas tarefas mundanas irão trazer muitas informações sobre o nosso assassíno, fazendo por isso compensar todo o tempo que andamos a correr de um lado para o outro em Whitechapel e servem ainda para nos ambientarmos ao que seria o ambiente de Londres nessa época sombria, contribuindo para uma experiência muito rica. Uma coisa que achei estranha, mas compreensível, é que todas as personagens parecem uma grande família, ou seja, estão todas interligadas no universo da investigação. Outro facto estranho é que cada vez que o Sherlock ia à esquadra para obter relatórios da polícia não era bem sucedido dado que esses mesmos relatórios estavam desaparecidos, chegando mesmo a encontrar um testemunho dactilografado na esquadra completamente feito em pedaços no cesto do lixo, facto compreensível mais uma vez para nos levar a fazer mais um dos quebra-cabeças tipicamente próprios de jogos de aventura, mas também revelando a total incompeDefinitivamente, Sherlock Homes versus Jack the Ripper é um jogo para um público específico, fã de jogos de aventuras e de história. A Frogwares conseguiu reconstituir de forma impecável o conceito, a recriação do ambiente, as personagens, os factos dos crimes e mesmo as pistas, sendo obrigatório para todos os fãs, seja de Sherlock Homes ou de Jack the Ripper, adquirirem este jogo para juntar à sua colecção. Deveras um clássico!tência da polícia para investigar o caso

Gostou? 0 0
Small
21/12/2012
6

o jogo pra mim e mediano, graficos e jogabilidade  satisfatoria. pra quem curte este estilo de jogo ate que da pro gasto. dou nota 6,5!

Gostou? 0 0

Veja mais vídeos