X
24°

Ranking geral

4576 pts

Como conseguir pontos?

Os pontos são adquiridos por meio de sua interação com o site.

Neste momento dar um check-in em um game ou youtube partner vale 1 ponto, enviar uma nota sem avaliação vale 1 ponto e enviar uma avaliação completa do jogo vale 20 pontos (os pontos são atualizados 1 vez ao dia).

Perfil: ?
As informações abaixo sobre o seu perfil são geradas com base nos games que você adicionou a sua aba de "Meus games" (atualizado uma vez por dia).
  • RPG
    19%
  • Corrida
    7%
  • Ação
    42%
  • Compilacão
    9%
  • Aventura
    14%
Large
  • PS3
  • PC
  • PS4
Todas as plataformas
  • Ni no Kuni: Wrath of the White Witch para PS3 Ni no Kuni: Wrath of the White Witch

    Nacional a partir de:

    R$169,00
  • LittleBigPlanet Karting para PS3 LittleBigPlanet Karting

    Nacional a partir de:

    R$69,90
  • Catherine para PS3 Catherine

    Nacional a partir de:

    R$80,90
  • Demon's Souls para PS3 Demon's Souls

    Nacional a partir de:

    R$149,00
  • God of War Collection para PS3 God of War Collection

    Nacional a partir de:

    R$47,49
  • LittleBigPlanet 2 para PS3 LittleBigPlanet 2

    Nacional a partir de:

    R$108,90
  • LittleBigPlanet: Game of the Year Edition para PS3 LittleBigPlanet: Game of the Year Edi...
  • Ratchet & Clank Future: A Crack in Time para PS3 Ratchet & Clank Future: A Crack in Time
  • Tales of Graces f para PS3 Tales of Graces f
  • The Last Guardian para PS4 The Last Guardian

    Nacional a partir de:

    R$59,99
  • The Sly Collection para PS3 The Sly Collection
  • Blue Dragon para XBOX 360 Blue Dragon

    Nacional a partir de:

    R$107,90
  • Fable III para XBOX 360 Fable III

    Nacional a partir de:

    R$39,90
  • Forza Motorsport 3 para XBOX 360 Forza Motorsport 3
  • Gears of War 2 para XBOX 360 Gears of War 2

    Nacional a partir de:

    R$40,40
  • Gears of War 3 para XBOX 360 Gears of War 3

    Nacional a partir de:

    R$40,40
  • Lost Odyssey para XBOX 360 Lost Odyssey
  • Shadows of the Damned para XBOX 360 Shadows of the Damned

    Nacional a partir de:

    R$66,00
  • Sly Cooper: Thieves in Time para PS3 Sly Cooper: Thieves in Time
  • Zone of the Enders HD Collection para PS3 Zone of the Enders HD Collection

    Nacional a partir de:

    R$41,61
  • Red Dead Redemption: Game of the Year Edition para PS3 Red Dead Redemption: Game of the Year...

    Nacional a partir de:

    R$103,40
  • Jak and Daxter Collection para PS3 Jak and Daxter Collection
  • Until Dawn para PS4 Until Dawn

    Nacional a partir de:

    R$48,99
  • Puppeteer para PS3 Puppeteer

    Nacional a partir de:

    R$68,99
  • Metal Gear Solid: The Legacy Collection para PS3 Metal Gear Solid: The Legacy Collection

    Nacional a partir de:

    R$76,40
  • Tales of Xillia para PS3 Tales of Xillia

    Nacional a partir de:

    R$109,00
  • inFamous Second Son para PS4 inFamous Second Son

    Nacional a partir de:

    R$44,90
  • Tales of Xillia 2 para PS3 Tales of Xillia 2

    Nacional a partir de:

    R$29,00
  • Knack para PS4 Knack

    Nacional a partir de:

    R$69,20
  • The Last of Us para PS4 The Last of Us

    Nacional a partir de:

    R$49,40
  • Batman: Arkham Knight para PS4 Batman: Arkham Knight

    Nacional a partir de:

    R$49,40
  • Uncharted 4: A Thief's End para PS4 Uncharted 4: A Thief's End

    Nacional a partir de:

    R$40,40
  • Bloodborne para PS4 Bloodborne

    Nacional a partir de:

    R$44,91
  • God of War III Remastered para PS4 God of War III Remastered

    Nacional a partir de:

    R$44,90
  • UNCHARTED: The Nathan Drake Collection para PS4 UNCHARTED: The Nathan Drake Collection

    Nacional a partir de:

    R$53,01
  • Horizon Zero Dawn para PS4 Horizon Zero Dawn

    Nacional a partir de:

    R$54,91
  • Tearaway Unfolded para PS4 Tearaway Unfolded

    Nacional a partir de:

    R$69,00
  • Gravity Rush 2 para PS4 Gravity Rush 2

    Nacional a partir de:

    R$19,99
  • Ratchet & Clank para PS4 Ratchet & Clank

    Nacional a partir de:

    R$41,31
  • Heavy Rain and Beyond: Two Souls Collection para PS4 Heavy Rain and Beyond: Two Souls Coll...

    Nacional a partir de:

    R$56,99
  • Forza Horizon 3 para Xbox One Forza Horizon 3

    Nacional a partir de:

    R$118,99
  • Uncharted The Lost Legacy para PS4 Uncharted The Lost Legacy

    Nacional a partir de:

    R$59,98
  • Shadow of the Colossus para PS4 Shadow of the Colossus

    Nacional a partir de:

    R$69,79
  • Spider-Man para PS4 Spider-Man

    Nacional a partir de:

    R$110,41
  • Detroit Become Human para PS4 Detroit Become Human

    Nacional a partir de:

    R$59,90
  • Gran Turismo Sport para PS4 Gran Turismo Sport

    Nacional a partir de:

    R$55,16
  • Octopath Traveler para Nintendo Switch Octopath Traveler

    Nacional a partir de:

    R$282,00
  • Mario + Rabbids: Kingdom Battle para Nintendo Switch Mario + Rabbids: Kingdom Battle

    Nacional a partir de:

    R$135,84
  • Arms para Nintendo Switch Arms

    Nacional a partir de:

    R$233,66
  • Donkey Kong Country: Tropical Freeze para Nintendo Switch Donkey Kong Country: Tropical Freeze

    Nacional a partir de:

    R$280,24
  • Xenoblade Chronicles 2 para Nintendo Switch Xenoblade Chronicles 2

    Nacional a partir de:

    R$199,00
  • Bayonetta 2 para Nintendo Switch Bayonetta 2

    Nacional a partir de:

    R$161,49
  • The Legend of Zelda: Breath of the Wild para Nintendo Switch The Legend of Zelda: Breath of the Wild

    Nacional a partir de:

    R$299,99
  • Super Mario Odyssey para Nintendo Switch Super Mario Odyssey

    Nacional a partir de:

    R$250,66
  • Forza Motorsport 7 para Xbox One Forza Motorsport 7

    Nacional a partir de:

    R$84,91
  • God of War para PS4 God of War

    Nacional a partir de:

    R$59,99
  • Gran Turismo 6 para PS3 Gran Turismo 6

    Nacional a partir de:

    R$38,16
  • Ratchet & Clank: Into the Nexus para PS3 Ratchet & Clank: Into the Nexus
  • Ratchet & Clank Future: Tools of Destruction para PS3 Ratchet & Clank Future: Tools of Dest...

    Nacional a partir de:

    R$87,99
  • Ratchet & Clank: Full Frontal Assault para PS3 Ratchet & Clank: Full Frontal Assault
  • NIER para PS3 NIER
  • Gears of War 4 para Xbox One Gears of War 4

    Nacional a partir de:

    R$42,41
  • ReCore para Xbox One ReCore

    Nacional a partir de:

    R$53,00
  • Halo 5: Guardians para Xbox One Halo 5: Guardians

    Nacional a partir de:

    R$58,90
  • Rare Replay para Xbox One Rare Replay

    Nacional a partir de:

    R$38,16
  • Killzone Trilogy para PS3 Killzone Trilogy
  • Halo: The Master Chief Collection para Xbox One Halo: The Master Chief Collection

    Nacional a partir de:

    R$52,50
  • Forza Motorsport 6 para Xbox One Forza Motorsport 6

    Nacional a partir de:

    R$80,66
  • Resistance Collection para PS3 Resistance Collection
  • Forza Motorsport 5 para Xbox One Forza Motorsport 5

    Nacional a partir de:

    R$99,90
  • Forza Motorsport 4 para XBOX 360 Forza Motorsport 4

    Nacional a partir de:

    R$72,16
  • Forza Horizon 2 para Xbox One Forza Horizon 2

    Nacional a partir de:

    R$59,41
  • LittleBigPlanet 3 para PS4 LittleBigPlanet 3

    Nacional a partir de:

    R$93,09
  • Eternal Sonata para PS3 Eternal Sonata

    Nacional a partir de:

    R$72,16
  • InFamous Collection para PS3 InFamous Collection

    Nacional a partir de:

    R$46,66
  • Tales of Vesperia para PS3 Tales of Vesperia
  • Folklore para PS3 Folklore
  • Infinite Undiscovery para XBOX 360 Infinite Undiscovery
Resumo:

O game brilha com um enredo envolvente, personagens marcantes e um sistema de jogo que equilibra primorosamente elementos de exploração e combate com a administração da vida real. O remake é um dos melhores títulos do PS Vita, imperdível para quem gosta de RPGs japoneses.

Resumo:

"Tekken Tag Tournament 2" é o supra-sumo da série de luta da Namco Bandai. O jogo traz tudo o que fez de "Tekken" uma franquia tão popular ao logo de seus 18 anos, desde o sistema de combos e os diversos personagens até as dezenas de opções de personalização, arenas divertidas e com vários níveis e claro, o sistema de lutas em dupla. Melhor do que isso, "Tekken Tag 2" evita a armadilha de incluir modos de jogo que fogem das tradicionais lutas em arenas. O game se concentra naquilo em que é reconhecidamente bom e o resultado disso é um jogo de luta divertido, cheio de opções e que vai agradar tanto aos lutadores casuais quanto aos calejados 'profissionais'.

Resumo:

Kingdom Hearts 3D: Dream Drop Distance cumpre bem sua proposta no 3DS, presenteando os jogadores  com um RPG de ação muito bem elaborado e divertido, além de saciar a paixão dos fãs com um enredo complexo que dá mais um passo (talvez o último) em direção a Kingdom Hearts III. É certo que o roteiro é confuso, que slowdowns existem, que elementos de plataforma continuam frustrantes e que os novos mundos da Disney utilizados não têm o esplendor dos antigos mundos visitados, mas não há dúvidas também de que Dream Drop Distance é um excelente jogo. Ele não só traz o melhor dos games anteriores da série, como também implementa mecânicas que ficarão marcadas nos próximos 10 anos de vida da franquia. Acredite: você terminará o jogo ainda cheio de dúvidas quanto à história, mas com muita saudade de realizar acrobacias pelas ruas de Traverse Town e de pulverizar Nightmares na companhia de seus leais Spirits

10
Recomendo
Resumo:

O talento e o domínio em criar obras dramáticas para o gênero de RPG ficam evidentes em cada jogo de Hironobu Sakaguchi. Apesar do enredo de The Last Story não ter nada de surpreendente, ele segue a linha do esperado e dá margem para ousar em um sistema de combate mais moderno e estratégico somado a elementos interessantes de furtividade.Em uma época em que os RPGs japoneses perderam relevância diante de super-produções ocidentais, The Last Story surge como um exemplo de que ainda há alguma vida e inovação na forma dos JRPGs. Ele poderá ser visto por muitos como um dos melhores jogos lançados pela Mistwalker e uma demonstração de que, apesar do título dizer o contrário, Sakaguchi ainda tem boas fantasias para contar

Resumo:

Em essência, "Assassin's Creed III" mantém e refina os principais elementos que fizeram da série um sucesso: exploração fácil e divertida, ampla variedade de armas e equipamentos e, principalmente, diversos tipos de missões (com destaque para as divertidíssimas missões navais). Contudo, o jogo falha ao apresentar uma história fraca e decepcionante. A trama faz um ótimo trabalho em retratar (e até ensinar sobre) a Revolução Americana, mas deixa de ter um herói forte e, principalmente, vacila no desfecho da campanha de Desmond, que se desenrola desde o primeiro "AC".

Resumo:

Assassin’s Creed III: Liberation é um jogo que vive de altos e baixos, e que conta com um multiplayer fraco que não empolga os jogadores. Os jogadores vão adorar Aveline, mas nunca entenderão sua história. Enquanto conseguimos encontrar algumas das características que fizeram sucesso na franquia original de Assassin’s Creed, vemos um jogo que se preocupou bastante em utilizar os recursos do Vita, mas esqueceu de algo essencial: Uma história empolgante que faça com que os jogadores queiram jogá-la.

8
Recomendo
Resumo:

Os comentaristas repetem e animações funk vão aparecer, mas o jogo como um todo é muito bom. A apresentação de TV, a jogabilidade refinada, a física mais realista - tudo isso acrescenta-se a Madden NFL 13 sendo algo verdadeiramente especial.

Resumo:

Gráficos e cenários muito bem elaborados, Tem personagens muito legais como o Vegeta E Broly Super Sayajin 3, Rápido de se aprender a jogar, Muitos combos e golpes especiais, Por volta de 90 personagens jogáveis.

Resumo:

The Legend of Zelda: Ocarina of Time já nasceu sendo um clássico, e a coisa não é nada diferente para seu remake. O jogo já figura facilmente entre os melhores jogos lançados até o momento para o novo portátil da Nintendo, isso se não for o melhor. A trama, os personagens, as músicas, os mini-games, as side-quests, os gráficos atualizados, o efeito 3D quase perfeito… tudo isso contribui para o sucesso que OoT 3D vem se tornando.Se você não teve a oportunidade de jogar um dos melhores jogos da série Zelda de todos os tempos, a hora é agora. E se você, assim como eu, jogou Ocarina of Time treze anos atrás e se apaixonou pela história do Herói do Tempo, a chance de jogar esse clássico mais uma vez  está nas suas mãos (literalmente).

Resumo:

Naruto: Clash of Ninja Revolution 2 é a continuação da série de jogos de luta Clash Of Ninja, do Game Cube. Agora no Nintendo Wii o jogo apresenta melhorias e jogabilidade adaptada ao console.O jogo apresentar uma jogabilidade semelhante à de seu predecessor, além de expandir a já grandiosa lista de lutadores presentes no título. Clash of Ninja Revolution 2 oferece cenários destrutíveis e batalhas multiplayer com suporte para até quatro jogadores simultâneos.Além disso, o título também traz um modo campanha baseado em arco de histórias posterior ao do primeiro Ninja Revolution — agora você acompanha o arco de histórias em que Sasuke parte para treinar com Orochimaru.

Resumo:

"Awakening" é o primeiro "Fire Emblem" feito para Nintendo 3DS e consegue oferecer tanto o estilo clássico e 'hardcore' da série de estratégia quanto uma introdução acessível para os recém-chegados. Ele traz conteúdo de sobra para dezenas de horas de jogatina, um sistema de batalhas viciante e profundo, pontuado por belas sequências de animação.Bem feito, "Fire Emblem: Awakening" é de uma complexidade gradual, mas não confunde a profundidade de seu sistema de jogo com complicações desnecessárias e proibitivas. Ao contrário, é um dos melhores jogos do Nintendo 3DS, com uma história envolvente, personagens cativantes e sistemas de jogo ideais para um portátil.

Resumo:

Assim como o seu antecessor, Giants traz também a impressão de um “produto genial”. Afinal, a ideia de colecionar brinquedos com o intuito de utilizá-los — ainda por cima de forma exclusiva — dentro dos jogos é algo realmente original e divertido. Basicamente, pode-se dizer que se trata de um motivo realmente atraente para colecionar brinquedos. Entretanto, caso o que você busque seja um bom jogo de aventura, vale o mesmo aviso que foi dado no primeiro game: é melhor escolher outra coisa. Tal e qual o seu antecessor, Giants é simplesmente um game em terceira pessoa comum — há uma história razoável, há alguns puzzles simples e dezenas de inimigos. E é só.

Resumo:

Como era de se esperar, um dos crossovers mais esperados da geração não é nada menos do que compra obrigatória para todo fã de games de luta. A Capcom se superou novamente e fez com que Street Fighter X Tekken fosse exatamente aquilo que os apaixonados pelas duas franquias esperavam.Unindo elementos já conhecidos com elementos completamente inéditos, o título traz uma jogabilidade única, empolgante e extremamente viciante. Seja sozinho ou com amigos, colocar Ryu, Ken, Kazuya e Jin frente a frente é uma das experiências mais divertidas deste ano e que certamente será lembrada por um bom tempo como um dos melhores jogos de luta da geração.

Resumo:

Rise of the Guardians até mostra algumas boas ideias e mostra que poderia ter funcionado mas fica-se mesmo por aí. Não tem qualquer interesse além da sessão experimental e mesmo o encanto inicial pode ser um engano. Para uma história na qual o vencer dos medos e a crença tem tanta importância, não temos aqui nada que nos leve a vencer o medo do aborrecimento e a crença na monotonia. Os desafios repetem-se e não temos nada que realmente se mostra diferente após trinta minutos de jogo. Os mais pequenos até podem sentir-se cativados por algum tempo mas nem eles devem resistir a algo tão enfadonho.

Resumo:

Um dos jogos mais promissores do PS Vita não passa de uma demonstração técnica comercial. Ele cumpre seu propósito, que é mostrar o que é possível fazer com o console, mas não passa disso. "Little Deviants" decepciona por não explorar o potencial dos carismático dos personagens ou da história, o que poderia aumentar seu tempo de vida. Além disso, nem todos os jogos têm controles que respondem bem e sem falar que alguns mini-games não explicam corretamente o que deve ser feito - e que acaba frustrando o jogador.No final das contas, "Little Deviants" é um jogo engraçadinho, mas nada além disso. 

8
Recomendo
Resumo:

“Darksiders II” é um jogo que diverte por sua mecânica, belos gráficos e história instigante, que vai se desenrolando em algo maior. O toque de genialidade da Vigil Games foi misturar o que há de melhor em “God of War” com “Legend of Zelda” e adicionar pitadas de RPG. Entretanto, o game peca por fazer o jogador revisitar diversos pontos desnecessariamente, puzzles fáceis de serem resolvidos e chefes nada desafiadores. Pior ainda, Morte é um personagem desrespeitado pelos personagens secundários e não passa de um pau-mandado que acata ordens de qualquer um que passe pelo caminho.

Resumo:

Em essência, "Assassin's Creed III" mantém e refina os principais elementos que fizeram da série um sucesso: exploração fácil e divertida, ampla variedade de armas e equipamentos e, principalmente, diversos tipos de missões (com destaque para as divertidíssimas missões navais). Contudo, o jogo falha ao apresentar uma história fraca e decepcionante. A trama faz um ótimo trabalho em retratar (e até ensinar sobre) a Revolução Americana, mas deixa de ter um herói forte e, principalmente, vacila no desfecho da campanha de Desmond, que se desenrola desde o primeiro "AC".

6
Recomendo
Resumo:

007 Legends poderia ser definido como uma versão piorada de Call of Duty: James Bond. O potencial da ideia original do game não é aproveitado de forma alguma, com a Eurocom apresentando um título que se esforça para chegar ao quesito “regular”, cheio de falhas e com um enredo vazio. O espião britânico passa por uma crise no mundo dos video games. Enquanto, nos cinemas, seus filmes mais recentes acumulam dólares e críticas positivas, sua contraparte virtual amarga uma safra de títulos ruins que já existe desde a época do PlayStation 2. 007 merece coisa melhor.

Resumo:

Scribblenauts Unlimited é o tipo de jogo que vai fazer os fãs de puzzles terem horas e mais horas de diversão garantida, já que todos os desafios podem ser resolvidos de uma maneira diferente a cada vez que você joga. Ainda não é um jogo perfeito, podendo fazer com que os jogadores não se importem com os quebra-cabeças e a história do jovem Maxwell e fiquem apenas jogando objetos na tela para interagir uns com os outros. Se você sabe que se divertirá fazendo qualquer uma das duas opções mencionadas, o mais novo jogo da franquia será um prato cheio.

Resumo:

"Book of Memories" é a primeira investida de "Silent Hill" no PlayStation Vita e não foi um bom começo. O jogo pega a mitologia da famosa série de terror e coloca em um hack'n slash ao estilo "Diablo". O sistema de combate até diverte e as fases curtas são apropriadas para um portátil, mas todo o resto simplesmente não funciona como deveria, principalmente o multiplayer online.A Wayforward é uma produtora conhecida por bons jogos portáteis, mas tropeça em "Book of Memories", um jogo que os fãs de "Silent Hill" fazem bem em evitar.

Resumo:

Resistance: Burning Skies é o primeiro game da série para PS Vita. Não deve nunca servir como desculpa para o trabalho mal executado da Niihilistic Software, mas precisa ser visto como uma lição aprendida. Gráficos medianos, cenários pobres, inimigos que 'quebram' - do tipo um headshot arrancar a cabeça de uma Quimera - e um online sem novidades. Talvez não seja uma total decepção, mas isso apenas se você ainda não tiver jogado Resistance 3. Vale a experiência do analógico extra, mas melhores FPS virão para o portátil.

Resumo:

LEGO Lord of the Rings é sem dúvidas um jogo divertido. Por vezes será fácil demais e poderá perder um pouco a graça. A trilha sonora e vozes podem deixar um sentimento gostoso de nostalgia dos filmes. O humor característico da franquia LEGO é bem agradável e descontraído, mas não tem grandes alterações no enredo. Em suma, é um game que você passará algumas horas jogando, sozinho ou com amigos. Mas para quem não gosta de jogos fáceis: não indicamos, a não ser que você seja fã da trilogia e dos livros de Tolkien.

Resumo:

LEGO Lord of the Rings é sem dúvidas um jogo divertido. Por vezes será fácil demais e poderá perder um pouco a graça. A trilha sonora e vozes podem deixar um sentimento gostoso de nostalgia dos filmes. O humor característico da franquia LEGO é bem agradável e descontraído, mas não tem grandes alterações no enredo. Em suma, é um game que você passará algumas horas jogando, sozinho ou com amigos. Mas para quem não gosta de jogos fáceis: não indicamos, a não ser que você seja fã da trilogia e dos livros de Tolkien.

Resumo:

Se você gosta de Super Smash Bros. e não tem nenhum problema de “fanboyzisse”, conseguirá se divertir com PlayStation All-Stars Battle Royale. Apesar de não serem idênticos, os jogos são bem parecidos, servindo muito mais como uma alternativa da Sony do que um concorrente para o game de luta do Mario e Cia. Com uma boa jogabilidade e um modo multiplayer bem divertido, o título é exatamente aquilo que todo mundo esperava quando ele foi anunciado, e não existe nada de errado com isso.

Resumo:

Toda plataforma tem suas porcarias, e Dungeon Hunter: Alliance é uma das primeiras para o PlayStation Vita. Trata-se de praticamente o mesmo jogo lançado no iPad, só que com controles ruins, gráficos que deixam a desejar se comparados a qualquer outro game da plataforma – até os de download – e muitos problemas técnicos, como slowndowns e tudo o mais. E o pior de tudo: no iPad o game custa US$ 7, enquanto no vita você paga US$ 39,99. E de brinde, um nariz de palhaço.

Resumo:

O título capitaliza forte na nostalgia, apresentando diversas canções marcantes dos treze episódios principais da série. A mecânica variada dá fôlego, garantindo diversão mesmo quando o fator retrô perde um pouco do brilho. Pena que a Square Enix não desenvolveu mais o lado RPG de "Theatrhythm". Os poucos elementos presentes são rasos e não fazem muita diferença. Fica aí uma boa oportunidade para evoluir em uma inevitável sequência.

Resumo:

Mesmo que “ModNation Racers” não seja um jogo de corrida tão marcante quanto “Mario Kart” existem recursos e ideias bastante originais por trás dele e que lhe concedem bastante personalidade. Um bom exemplo é a forte comunidade online e o apoio do estúdio San Diego da Sony. Só que o modo online, responsável por grande parte da diversão da versão de PlayStation 3, ficou de fora em “Road Trip” – e essa decisão foi realmente triste.

Resumo:

"LittleBigPlanet" para PlayStation Vita é um jogo surpreendente, nem tanto por ser um ótimo game de plataforma, mas pelo potencial demonstrado através de seu editor de fases, que permite usos inteligentes e criativos dos controles de toque do portátil. Criar jogos não é tarefa fácil, mas explorar as criações de outros jogadores e se divertir muito, com certeza é.

Resumo:

Ele foi uma estrela e deixou ótimas experiências para todos os seus fãs, porém "Michael Jackson: The Experience" não tem o mesmo brilho do Rei do Pop. As músicas são ótimas para ouvir, mas existem diversos pormenores que atrapalham o desempenho do jogador. Quem é fã vai gostar de qualquer jeito e talvez foi pensando nesse público que a Ubisoft preparou este jogo.

Resumo:

Uma das configurações que mais chamam a atenção é a habilidade que o Mario tem de mudar a perspectiva de visão do jogo, alternando entre o cenário clássico 2D para o 3D. Essa mudança no ângulo de câmera é essencial para que o Mario seja bem-sucedido em quebra-cabeças que parecem impossíveis de serem resolvidos, se apenas a visão bidimensional for considerada.

Resumo:

Depois de muita especulação e atrasos, a Gearbox Software e a SEGA finalmente lançaram "Aliens: Colonial Marines" e mostram para os jogadores que esperar nem sempre vale a pena. Os gráficos estão completamente ultrapassados, a inteligência artificial é fraquíssima e os personagens são estereótipos militares sem profundidade nenhuma.

Resumo:

O gameplay é o ponto forte do jogo onde você não precisa parar o que está fazendo para trocar de Spectrobe ou para mandar o seu Spectrobe voltar ou atacar. Ele realmente é intuitivo e não tem pontos fracos. O som é divertido mais não se ressalta. Os “iku zé” (gritos) da vida são bem engraçados

Resumo:

TTT não é bom. Explodir coisas é divertido, mas você vai acabar lutando contra os controles e o jogo torna-se um grind se você jogar todo o comprimento real do tempo.

Resumo:

Tem gráficos bons,  todos os elementos de um RPG Clássico, mas mesmo assim, não deixa de enovar na jogabilidade  

Resumo:

 edição número 18 da respeitada série Harvest Moon (HM) não deve decepcionar os fãs. Trata-se de um novo jogo que mantém acesa a tradição da série de permitir que o jogador faça duas atividades básicas: trabalhar na fazenda eouinteragir socialmente com os outros habitantes da ilha, abrangendo também uma bela diversidade de atividades como pescar, cozinhar e minerar.Um iniciante em HM pode facilmente ficar um pouco confuso com o objetivo do jogo, que na realidade é inexistente, ou pelo menos era... O roteiro em Animal Parade lidera uma série de objetivos a serem seguidos, além de tarefas opcionais – que incluem pequenas aventuras – entre as atividades rurais.A história de Animal Parade é, novamente, salvar a ilha na tentativa de ressuscitar a árvore da deusa da colheita. Para isso, cinco sinos sagrados devem ser achados e tocados para que a força do rei da colheita ressuscite a árvore da deusa.A diferença é que toda a história agora recebe introduções oficiais sobre os objetivos mais importantes, eliminando um pouco a sensação de estar perdido em uma caixa de areia 

Resumo:

O jogador controla o personagem Travis Touchdown, podendo andar livremente pela cidade de Santa Destroy, seja a pé ou utilizando a moto "Schpeltiger".[6] O jogador deve matar os 10 principais assassinos para seguir com o progresso da história do jogo. Existem diversos pequenos trabalhos que são realizados para obter dinheiro e gastar com armas, treinamento, roupas e fitas de vídeo. O esquema de controles é feito com o Wii Remote e Nunchuck, com o Wii Remote controlando a arma e o Nunchuk movendo Travis. A maioria dos ataques é feito com o botão "A", com alguns outros golpes sendo realizados com instruções de movimentos dados na tela do jogo. Quando a bateria da katana acaba, deve-se pressionar o botão "1" e mexer o Wii Remote para carregar.[7] A katana pode ainda ser melhorada ao visitar Dr. Naomi. Travis possui um modo secundário "Dark Side", onde o jogador acessa ao tirar três ícones iguais na slot machine

Resumo:

"Star Ocean: The Last Ocean" é um exemplar competente de uma série bastante tradicional de RPG e se mantem dentro das regras estabelecidas pelos capítulos anteriores. Os sistemas de batalha e evolução de personagens são bastante interessantes e, em conjunto com várias tarefas e missões extras, tornam o título bastante atraente para fãs que sintam confortáveis dentro de moldes tão rígidos e antigos. No entanto, o visual de animê que transforma os personagens em bonecos sem expressividade tenta sabotar o enredo, mas a dublagem original em japonês consegue segurar o clima com mais facilidade do que o trabalho de vozes em inglês. Além da mudança de mídia e alguns outros pequenos detalhes, como a opção de troca dos menus, é basicamente o mesmo jogo para Xbox 360 e não deve atrair aqueles que já experimentaram no console da Microsoft.

Resumo:

Você entende pouco ou quase nada de Naruto e provavelmente compraria um jogo baseado na série só para dar uma conferida? Procure outro título. Você é um fã fervoroso da série, do tipo que conhece todos os personagens, arcos de história e poderia facilmente traçar o perfil psicológico mesmo daqueles sujeitos mais obscuros? Procure outro título. Francamente, além de uma história razoável envolvendo os personagens consagrados de Naruto, não há absolutamente mais nada que justifique a compra ou mesmo o aluguel de Naruto Shippuden: Dragon Blade. A mecânica de jogo é repetitiva e pouco responsiva, os inimigos são genéricos — tão desafiadores quanto uma abóbora de Dia das Bruxas — e os visuais fariam até o PlayStation 2 ficar corado. Em outras palavras, das duas uma: volte para Clash of Ninja Revolution ou vá assistir aos desenhos.

Resumo:

 opção de até 4 jogadores não comprometeu a jogabilidade do jogo,ele consegue focar bem os personagens.Nesse jogo o cenario é tridimensional ou seja o jogador pode desviar de ataques de outros personagems usando a profundidade do campo.O cenario tambem interage diacordo com a batalha,um jogador por exemplo pode ser empurrado para outra parte do cenario por outros personagem e ali proseguir o resto da batalha.Os controles são bem simples,não leva muito tempo para se acostumar para jogar por isso é um jogo ideal para quem gosta de jogar jogos de luta com os amigos.O jogo tambem conta com ''justus'' magias usadas durante o anime que variam de um movimento que um jogador faz para escapar de um golpe de outro,até mesmo golpes especiais que são especificos para cada personagem

Resumo:

"Resident Evil: Revelations" é um título sensacional. Os gráficos fazem bonito (incluindo aí o efeito 3D), os controles funcionam de forma satisfatória e, principalmente, a história consegue equilibrar momentos de puro terror e suspense com trechos de muita adrenalina e tiroteios intensos. A campanha dura cerca de 8 a 10 horas e o jogo ainda traz um extenso modo multiplayer online, várias fases para habilitar e diversos equipamentos personalizáveis.O único ponto negativo contundente é a necessidade do desajeitado acessório Circle Pad Pro (que adiciona um disco analógico extra ao 3DS) para que os controles funcionem perfeitamente. Fora isso, é um cartucho obrigatório na coleção de qualquer dono de Nintendo 3DS, ao lado de "Super Mario 3D Land" e "Mario Kart 7".

Resumo:

O game ainda prova que recursos técnicos não são tudo. A diversão dá lugar à banalidade, tão forte é linearidade dos eventos. Repetir várias vezes os mesmos movimentos (por mais belos que sejam) não é um diferencial. Pelo contrário: isso mostra falta de criatividade por parte dos desenvolvedores... O que é negativamente impressionante, partindo de uma companhia como a LucasArts.Novos modos de jogo, características únicas nas batalhas (e não semelhanças brutalmente frequentes com God of War) e uma maior duração da campanha poderiam “virar o jogo”. Em vez disso, os desenvolvedores optaram por apresentar um game bonito, instigante... E não muito divertido. Sim, é triste afirmar que houve um mau aproveitamento do potencial fantástico da franquia.

5
Recomendo
Resumo:

Rabbids Land não é um mau jogo, mas poderia estar muito mais apetrechado e adequado para servir com mais qualidade e quantidade uma audiência especialmente adepta dos party games. Aliás, só com vários jogadores é que Rabbids Land tem condições para ganhar interesse: pelos desafios, pelo tom cómico e por um aproveitamento razoável das capacidades do GamePad. Só que nunca chega a deixar uma marca de qualidade e a escapar a uma grande sensação de rotina e vulgaridade. É pena, porque estes coelhos têm potencial e uma imagem que lhes podia abrir as portas para um resultado final mais interessante. Mas isso não acontece e assim Rabbids Land fica distante de Mario Party 9 e sobretudo de Nintendo Land, a mais recente aposta “party” da Nintendo.

Resumo:

"Castlevania Judgment" é uma grande ironia. Foi criado para agradar os antigos fãs da série, afinal o título reúne alguns de seus personagens mais famosos da saga com referências que só mesmo seguidores irão entender, mas seu público-alvo é o que mais deve reclamar das mudanças para o 3D e para o foco nas lutas. Mas, uma vez caída a barreira do preconceito, há conteúdo bastante envolvente para ser descoberto, com combates bem equilibrados realizados por lutadores de grande personalidade. Os controles poderiam ser melhores (o que é fundamental em um jogo do estilo), assim como o pacote poderia contar com mais oponentes e estágios, mas não é nem de longe o fracasso que os puristas fanáticos gostariam que fosse.

Resumo:

Dentre os games diferenciados que a Sony está investindo para o PlayStation Vita, Gravity Rush é um dos que mais chama a atenção. O game é a nova produção de Keiichiro Toyama — o mesmo de Siren e Silent Hill — e entrega aos jogadores uma proposta bastante diferenciada de jogabilidade e do uso dos controles únicos do portátil. O título é um daqueles trabalhos que deixa os jogadores intrigados desde os primeiros trailers de divulgação. Gravity Rush começa com uma bela jovem acordando de algum tipo de queda, da qual ela não faz a mais remota ideia do que está acontecendo. Então, ela descobre que o gato que a acompanha faz com que ela possa desrespeitar as leis gravitacionais da física.

Resumo:

A grande pergunta que resta é: vale a pena pagar R$ 200 por 12 personagens? Se você já possui Fate of Two Worlds e não for um fã louco por algum dos estreantes, a melhor coisa a ser feita é esquecer a versão Ultimate e continuar se divertindo com o game que você tem em casa. Apesar de os novatos serem divertidos, a estrutura básica do game é a mesma, o que torna seu lançamento independente algo totalmente questionável.Contudo, para quem está chegando ao mundo do crossover agora, Ultimate Marvel vs. Capcom 3 é uma ótima pedida, já que o título traz todos os acertos de seu antecessor, além de outras melhorias. Agora é torcer para que não venha uma edição “Turbo Champion Remix”.

Resumo:

A grande pergunta que resta é: vale a pena pagar R$ 200 por 12 personagens? Se você já possui Fate of Two Worlds e não for um fã louco por algum dos estreantes, a melhor coisa a ser feita é esquecer a versão Ultimate e continuar se divertindo com o game que você tem em casa. Apesar de os novatos serem divertidos, a estrutura básica do game é a mesma, o que torna seu lançamento independente algo totalmente questionável.Contudo, para quem está chegando ao mundo do crossover agora, Ultimate Marvel vs. Capcom 3 é uma ótima pedida, já que o título traz todos os acertos de seu antecessor, além de outras melhorias. Agora é torcer para que não venha uma edição “Turbo Champion Remix”.

Resumo:

"Tekken Tag Tournament 2" é o supra-sumo da série de luta da Namco Bandai. O jogo traz tudo o que fez de "Tekken" uma franquia tão popular ao logo de seus 18 anos, desde o sistema de combos e os diversos personagens até as dezenas de opções de personalização, arenas divertidas e com vários níveis e claro, o sistema de lutas em dupla. Melhor do que isso, "Tekken Tag 2" evita a armadilha de incluir modos de jogo que fogem das tradicionais lutas em arenas. O game se concentra naquilo em que é reconhecidamente bom e o resultado disso é um jogo de luta divertido, cheio de opções e que vai agradar tanto aos lutadores casuais quanto aos calejados 'profissionais'.

Resumo:

"Tekken Tag Tournament 2" é o supra-sumo da série de luta da Namco Bandai. O jogo traz tudo o que fez de "Tekken" uma franquia tão popular ao logo de seus 18 anos, desde o sistema de combos e os diversos personagens até as dezenas de opções de personalização, arenas divertidas e com vários níveis e claro, o sistema de lutas em dupla. Melhor do que isso, "Tekken Tag 2" evita a armadilha de incluir modos de jogo que fogem das tradicionais lutas em arenas. O game se concentra naquilo em que é reconhecidamente bom e o resultado disso é um jogo de luta divertido, cheio de opções e que vai agradar tanto aos lutadores casuais quanto aos calejados 'profissionais'.

Resumo:

Assim como o seu antecessor, Giants traz também a impressão de um “produto genial”. Afinal, a ideia de colecionar brinquedos com o intuito de utilizá-los — ainda por cima de forma exclusiva — dentro dos jogos é algo realmente original e divertido. Basicamente, pode-se dizer que se trata de um motivo realmente atraente para colecionar brinquedos. Entretanto, caso o que você busque seja um bom jogo de aventura, vale o mesmo aviso que foi dado no primeiro game: é melhor escolher outra coisa. Tal e qual o seu antecessor, Giants é simplesmente um game em terceira pessoa comum — há uma história razoável, há alguns puzzles simples e dezenas de inimigos. E é só.

Resumo:

Assim como o seu antecessor, Giants traz também a impressão de um “produto genial”. Afinal, a ideia de colecionar brinquedos com o intuito de utilizá-los — ainda por cima de forma exclusiva — dentro dos jogos é algo realmente original e divertido. Basicamente, pode-se dizer que se trata de um motivo realmente atraente para colecionar brinquedos. Entretanto, caso o que você busque seja um bom jogo de aventura, vale o mesmo aviso que foi dado no primeiro game: é melhor escolher outra coisa. Tal e qual o seu antecessor, Giants é simplesmente um game em terceira pessoa comum — há uma história razoável, há alguns puzzles simples e dezenas de inimigos. E é só.

Resumo:

Assim como o seu antecessor, Giants traz também a impressão de um “produto genial”. Afinal, a ideia de colecionar brinquedos com o intuito de utilizá-los — ainda por cima de forma exclusiva — dentro dos jogos é algo realmente original e divertido. Basicamente, pode-se dizer que se trata de um motivo realmente atraente para colecionar brinquedos. Entretanto, caso o que você busque seja um bom jogo de aventura, vale o mesmo aviso que foi dado no primeiro game: é melhor escolher outra coisa. Tal e qual o seu antecessor, Giants é simplesmente um game em terceira pessoa comum — há uma história razoável, há alguns puzzles simples e dezenas de inimigos. E é só.

Resumo:

Assim como o seu antecessor, Giants traz também a impressão de um “produto genial”. Afinal, a ideia de colecionar brinquedos com o intuito de utilizá-los — ainda por cima de forma exclusiva — dentro dos jogos é algo realmente original e divertido. Basicamente, pode-se dizer que se trata de um motivo realmente atraente para colecionar brinquedos. Entretanto, caso o que você busque seja um bom jogo de aventura, vale o mesmo aviso que foi dado no primeiro game: é melhor escolher outra coisa. Tal e qual o seu antecessor, Giants é simplesmente um game em terceira pessoa comum — há uma história razoável, há alguns puzzles simples e dezenas de inimigos. E é só.

Resumo:

Assim como o seu antecessor, Giants traz também a impressão de um “produto genial”. Afinal, a ideia de colecionar brinquedos com o intuito de utilizá-los — ainda por cima de forma exclusiva — dentro dos jogos é algo realmente original e divertido. Basicamente, pode-se dizer que se trata de um motivo realmente atraente para colecionar brinquedos. Entretanto, caso o que você busque seja um bom jogo de aventura, vale o mesmo aviso que foi dado no primeiro game: é melhor escolher outra coisa. Tal e qual o seu antecessor, Giants é simplesmente um game em terceira pessoa comum — há uma história razoável, há alguns puzzles simples e dezenas de inimigos. E é só.

9
Recomendo
Resumo:

A NetherRealm definitivamente trouxe Mortal Kombat de volta à luta contra os grandes games do gênero. A fórmula clássica unida à campanha única e aos vários modos de jogo são apenas alguns dos elementos que fazem de Mortal Kombat um dos jogos mais completos quando o assunto é pancadaria.Tudo isso regado pela violência extrema que caracterizou a série e agora retorna com força total, gerando X-Rays e Fatalities tão ferozes que alguns jogadores não devem se sentir culpados se forem obrigados e fechar os olhos diante toda brutalidade.Mas um Mortal Kombat de verdade é isso: uma explosão visual com vísceras e ossos acompanhada por uma fórmula divertida.

9
Recomendo
Resumo:

A NetherRealm definitivamente trouxe Mortal Kombat de volta à luta contra os grandes games do gênero. A fórmula clássica unida à campanha única e aos vários modos de jogo são apenas alguns dos elementos que fazem de Mortal Kombat um dos jogos mais completos quando o assunto é pancadaria.Tudo isso regado pela violência extrema que caracterizou a série e agora retorna com força total, gerando X-Rays e Fatalities tão ferozes que alguns jogadores não devem se sentir culpados se forem obrigados e fechar os olhos diante toda brutalidade.Mas um Mortal Kombat de verdade é isso: uma explosão visual com vísceras e ossos acompanhada por uma fórmula divertida.

Resumo:

Como era de se esperar, um dos crossovers mais esperados da geração não é nada menos do que compra obrigatória para todo fã de games de luta. A Capcom se superou novamente e fez com que Street Fighter X Tekken fosse exatamente aquilo que os apaixonados pelas duas franquias esperavam.Unindo elementos já conhecidos com elementos completamente inéditos, o título traz uma jogabilidade única, empolgante e extremamente viciante. Seja sozinho ou com amigos, colocar Ryu, Ken, Kazuya e Jin frente a frente é uma das experiências mais divertidas deste ano e que certamente será lembrada por um bom tempo como um dos melhores jogos de luta da geração.

Resumo:

Como jogo de corridas é divertido e cumpre o que a PS Vita propõe como plataforma de entretenimento. Tira bom proveito dos acelerômetros da consola e até tem alguns argumentos de longevidade com tantas corridas e tantos carros para colecionar, todos licenciados. Mas, perde um pouco na sua repetibilidade e na falta de sensação de progressão sem ter um modo de carreira real. Também não é um jogo bonito com tanto potencial na Vita por aproveitar. É uma desilusão para quem gostaria de ter um NFS na Vita e é um bom upgrade para quem já tinha jogado a série no iOS. E isso será bom ou mau, dependendo da perspectiva.

Resumo:

Star Wars: The Force Unleashed vale por sua premissa de jogar do lado negro da força, usando os poderes de um Sith para aniquilar os inimigos da forma mais cruel e impactante possível. Porém, fica nítida a impressão de que a LucasArts não dedicou a ele o tempo necessário para ter uma jogabilidade precisa e bem balanceada, com um controle que respondesse com precisão às intenções do jogador, ou com uma IA que valorizasse as estratégias na batalha. No final das contas, ainda é um jogo interessante no estilo de “massacrar botões”, mas não fica muito acima da média dos títulos de Star Wars recentes.

Resumo:

Rise of the Guardians até mostra algumas boas ideias e mostra que poderia ter funcionado mas fica-se mesmo por aí. Não tem qualquer interesse além da sessão experimental e mesmo o encanto inicial pode ser um engano. Para uma história na qual o vencer dos medos e a crença tem tanta importância, não temos aqui nada que nos leve a vencer o medo do aborrecimento e a crença na monotonia. Os desafios repetem-se e não temos nada que realmente se mostra diferente após trinta minutos de jogo. Os mais pequenos até podem sentir-se cativados por algum tempo mas nem eles devem resistir a algo tão enfadonho.

Resumo:

Rise of the Guardians até mostra algumas boas ideias e mostra que poderia ter funcionado mas fica-se mesmo por aí. Não tem qualquer interesse além da sessão experimental e mesmo o encanto inicial pode ser um engano. Para uma história na qual o vencer dos medos e a crença tem tanta importância, não temos aqui nada que nos leve a vencer o medo do aborrecimento e a crença na monotonia. Os desafios repetem-se e não temos nada que realmente se mostra diferente após trinta minutos de jogo. Os mais pequenos até podem sentir-se cativados por algum tempo mas nem eles devem resistir a algo tão enfadonho.

Resumo:

Rise of the Guardians até mostra algumas boas ideias e mostra que poderia ter funcionado mas fica-se mesmo por aí. Não tem qualquer interesse além da sessão experimental e mesmo o encanto inicial pode ser um engano. Para uma história na qual o vencer dos medos e a crença tem tanta importância, não temos aqui nada que nos leve a vencer o medo do aborrecimento e a crença na monotonia. Os desafios repetem-se e não temos nada que realmente se mostra diferente após trinta minutos de jogo. Os mais pequenos até podem sentir-se cativados por algum tempo mas nem eles devem resistir a algo tão enfadonho.

Resumo:

Com mais tempo, dinheiro e esforço, Fist of the North Star: Ken 2 Rage poderia ter sido um divertido. Você ouve o mantra do "bom conceito, execução pobre" com freqüência quase absurdo nos dias de hoje. 2 Ken Rage não apenas exibem má execução, mas a compreensão pobre do que ele está tentando fazer. Simples não tem de significar raso, mas isso é precisamente o que se resume a aqui. Ele realmente é um dia triste quando você começa com um personagem conhecido para perfurar as pessoas com tanta força que espontaneamente explodir, e você conseguiu acabar com algo que não é apenas ruim, mas chata.

Resumo:

White Knight Chronicles 2, se considerando como o verdadeiro White Knight Chronicles, é um grande jogo. Longo (cerca de 50 horas pra zerar sem fazer extra nenhum), com muitos extras e coisas secretas, grande parte dos erros do episódio anterior corrigidos  e um online interessante. Pra quem já jogou à exaustão o primeiro episódio e visa apenas a segunda parte, pode não ser um bom negócio mesmo com todas as melhorias, já que não há muito conteúdo novo pra ser chamado de sequência. Mas para quem jogou pouco o primeiro ou nunca tocou na série e é fã de JRPG, o título é praticamente obrigatório.

Resumo:

Quando um jogo sai que tenta servir um público carente, você sempre quer que, pelo menos, ser decente. Afinal, se você é um daqueles fãs sedentos de jogo, quais são as suas opções? Mas não importa o quão faminto você é uma maneira de saciar o seu apetite para a pesca. Os menus obtusos e tutoriais deixá-lo no escuro sobre o que pouca profundidade que o jogo tem, enquanto sub-padrão de apresentação mantém toda a experiência completamente sem charme. Misture a monotonia da jogabilidade, e você começa um jogo que é impossível recomendar, não importa o quão ruim você querer ligar alguns graves.

Resumo:

Transformers: Prime - O jogo é divertido enquanto dura, e divertido de qualquer forma é mais do que os fãs da Nintendo poderia esperar depois de anos de outras terríveis títulos Transformers. Este jogo oferece a mesma velha história com os mesmos personagens antigos mais uma vez, acrescentando nada de novo para o velho e cansado rivalidade entre a Optimus, Megatron, e todo o resto dos robôs disfarçados. Mas a jogabilidade, inventivo dinâmico que capta o apelo de entrar na mudança de forma do corpo de um bot gigante resgata todo o pacote do que de outra forma poderia ter sido mediocridade.

Resumo:

Transformers: Prime - O jogo é divertido enquanto dura, e divertido de qualquer forma é mais do que os fãs da Nintendo poderia esperar depois de anos de outras terríveis títulos Transformers. Este jogo oferece a mesma velha história com os mesmos personagens antigos mais uma vez, acrescentando nada de novo para o velho e cansado rivalidade entre a Optimus, Megatron, e todo o resto dos robôs disfarçados. Mas a jogabilidade, inventivo dinâmico que capta o apelo de entrar na mudança de forma do corpo de um bot gigante resgata todo o pacote do que de outra forma poderia ter sido mediocridade.

Resumo:

Transformers: Prime - O jogo é divertido enquanto dura, e divertido de qualquer forma é mais do que os fãs da Nintendo poderia esperar depois de anos de outras terríveis títulos Transformers. Este jogo oferece a mesma velha história com os mesmos personagens antigos mais uma vez, acrescentando nada de novo para o velho e cansado rivalidade entre a Optimus, Megatron, e todo o resto dos robôs disfarçados. Mas a jogabilidade, inventivo dinâmico que capta o apelo de entrar na mudança de forma do corpo de um bot gigante resgata todo o pacote do que de outra forma poderia ter sido mediocridade.

8
Recomendo
Resumo:

“Darksiders II” é um jogo que diverte por sua mecânica, belos gráficos e história instigante, que vai se desenrolando em algo maior. O toque de genialidade da Vigil Games foi misturar o que há de melhor em “God of War” com “Legend of Zelda” e adicionar pitadas de RPG. Entretanto, o game peca por fazer o jogador revisitar diversos pontos desnecessariamente, puzzles fáceis de serem resolvidos e chefes nada desafiadores. Pior ainda, Morte é um personagem desrespeitado pelos personagens secundários e não passa de um pau-mandado que acata ordens de qualquer um que passe pelo caminho.

8
Recomendo
Resumo:

“Darksiders II” é um jogo que diverte por sua mecânica, belos gráficos e história instigante, que vai se desenrolando em algo maior. O toque de genialidade da Vigil Games foi misturar o que há de melhor em “God of War” com “Legend of Zelda” e adicionar pitadas de RPG. Entretanto, o game peca por fazer o jogador revisitar diversos pontos desnecessariamente, puzzles fáceis de serem resolvidos e chefes nada desafiadores. Pior ainda, Morte é um personagem desrespeitado pelos personagens secundários e não passa de um pau-mandado que acata ordens de qualquer um que passe pelo caminho.

8
Recomendo
Resumo:

“Darksiders II” é um jogo que diverte por sua mecânica, belos gráficos e história instigante, que vai se desenrolando em algo maior. O toque de genialidade da Vigil Games foi misturar o que há de melhor em “God of War” com “Legend of Zelda” e adicionar pitadas de RPG. Entretanto, o game peca por fazer o jogador revisitar diversos pontos desnecessariamente, puzzles fáceis de serem resolvidos e chefes nada desafiadores. Pior ainda, Morte é um personagem desrespeitado pelos personagens secundários e não passa de um pau-mandado que acata ordens de qualquer um que passe pelo caminho.

Resumo:

No final, Marvel’s The Avengers: Battle for Earth é apenas muito limitado de recomendar. Foi originalmente concebido para ser um lutador Kinect lúdica para as crianças, e o mais novo conjunto de jogadores pode muito bem ser capaz de extrair algum gozo das entradas simples e ver os seus super-heróis favoritos bater o ranho fora de si. Mas não há conteúdo suficiente ou simplesmente não variedade aqui para justificar a despesa de um total de compra no varejo. O escopo deste projeto sugere que essa batalha deveria ter sido travada como algo como um aplicativo para iPad $ 10 em vez.

Resumo:

"Uncharted 2: Among Thieves" é um belíssimo trabalho da Naughty Dog, que conseguiu reunir humor, ação e suspense em uma aventura memorável, tanto do ponto de vista narrativo quanto técnico. A performance impecável que garante riqueza de detalhes é impressionante, especialmente na caracterização dos personagens, o que garante uma sensação de imersão superior e um elo emocional forte com os mocinhos. Com um clima cinematográfico irresistível e modos extras robustos, o título é com certeza um dos mais importantes lançamentos do ano e um novo divisor de águas para a indústria.

Resumo:

Com certo atraso, "White Knight Chronicles" chega ao ocidente e entrega uma experiência bastante tradicional como RPG japonês. Os personagens são carismáticos e seu desenvolvimento tenta prender a atenção do jogador enquanto tropeça em vários clichês do gênero. O mesmo acontece no sistema de combate, que tenta se aproximar dos RPGs online e seus duelos em tempo real, mas esbarra na burocracia e enrolação. O aspecto multiplayer é quem salva o dia, com partidas para até quatro jogadores que se mostram dinâmicas e estratégicas, como todo o restante do game deveria ser.

Resumo:

Em essência, "Assassin's Creed III" mantém e refina os principais elementos que fizeram da série um sucesso: exploração fácil e divertida, ampla variedade de armas e equipamentos e, principalmente, diversos tipos de missões (com destaque para as divertidíssimas missões navais). Contudo, o jogo falha ao apresentar uma história fraca e decepcionante. A trama faz um ótimo trabalho em retratar (e até ensinar sobre) a Revolução Americana, mas deixa de ter um herói forte e, principalmente, vacila no desfecho da campanha de Desmond, que se desenrola desde o primeiro "AC".

6
Recomendo
Resumo:

007 Legends poderia ser definido como uma versão piorada de Call of Duty: James Bond. O potencial da ideia original do game não é aproveitado de forma alguma, com a Eurocom apresentando um título que se esforça para chegar ao quesito “regular”, cheio de falhas e com um enredo vazio. O espião britânico passa por uma crise no mundo dos video games. Enquanto, nos cinemas, seus filmes mais recentes acumulam dólares e críticas positivas, sua contraparte virtual amarga uma safra de títulos ruins que já existe desde a época do PlayStation 2. 007 merece coisa melhor.

6
Recomendo
Resumo:

007 Legends poderia ser definido como uma versão piorada de Call of Duty: James Bond. O potencial da ideia original do game não é aproveitado de forma alguma, com a Eurocom apresentando um título que se esforça para chegar ao quesito “regular”, cheio de falhas e com um enredo vazio. O espião britânico passa por uma crise no mundo dos video games. Enquanto, nos cinemas, seus filmes mais recentes acumulam dólares e críticas positivas, sua contraparte virtual amarga uma safra de títulos ruins que já existe desde a época do PlayStation 2. 007 merece coisa melhor.

6
Recomendo
Resumo:

007 Legends poderia ser definido como uma versão piorada de Call of Duty: James Bond. O potencial da ideia original do game não é aproveitado de forma alguma, com a Eurocom apresentando um título que se esforça para chegar ao quesito “regular”, cheio de falhas e com um enredo vazio. O espião britânico passa por uma crise no mundo dos video games. Enquanto, nos cinemas, seus filmes mais recentes acumulam dólares e críticas positivas, sua contraparte virtual amarga uma safra de títulos ruins que já existe desde a época do PlayStation 2. 007 merece coisa melhor.

Resumo:

No fim, não poderíamos definir Lumines: Electronic Symphony menos do que viciante. Apesar da ausência de algumas músicas clássicas, como é o caso de Shinin', o game evoluiu de maneira sólida, mantendo a diversão e acrescentando algumas novidades bem vindas. Os controles são precisos, ainda que nem consideramos muito a interação pela tela de toques, já que ela não é ideal para o game. De qualquer forma, trata-se de um título que ficará por muito tempo rolando no seu Vita. Afinal, deixar de jogar, nem que seja um pouquinho por dia, acaba sendo o maior desafio.

Resumo:

Quando Epic Mickey 2 foi anunciado, criou-se muita expectativa em relação ao game justamente pela qualidade do primeiro jogo. No entanto, a Junction Point parece ter tentado adicionar tantas novidades ao game que a sua essência se perdeu. Enquanto a utilização do universo Disney continua primorosa e irá encantar os fãs do estúdio, a inserção do modo cooperativo se deu de maneira falha e irritante. Desse modo, quem tiver de jogar sozinho irá sofrer bastante com a forma como Oswald é mal aproveitado por uma inteligência artificial não tão inteligente assim.

Resumo:

Assassin's Creed: Brotherhood manterá o estilo Sandbox em um mundo completamente aberto na cidade de Roma, na Itália. Assim como os primeiros jogos da franquia, as mecânicas estarão baseadas no uso do Parkour para locomoção, o modo Stealth para a construção de assassinatos mais complexos, e novos modos de combate, seja com armas brancas ou de fogo. Pela primeira vez na série, o game oferecerá um modo multiplayer, juntamente com 15 horas de uma nova campanha single player, tambem contando agora com legendas em português nos menus e nos dialogos do game.

Resumo:

Scribblenauts Unlimited é o tipo de jogo que vai fazer os fãs de puzzles terem horas e mais horas de diversão garantida, já que todos os desafios podem ser resolvidos de uma maneira diferente a cada vez que você joga. Ainda não é um jogo perfeito, podendo fazer com que os jogadores não se importem com os quebra-cabeças e a história do jovem Maxwell e fiquem apenas jogando objetos na tela para interagir uns com os outros. Se você sabe que se divertirá fazendo qualquer uma das duas opções mencionadas, o mais novo jogo da franquia será um prato cheio.

Resumo:

Scribblenauts Unlimited é o tipo de jogo que vai fazer os fãs de puzzles terem horas e mais horas de diversão garantida, já que todos os desafios podem ser resolvidos de uma maneira diferente a cada vez que você joga. Ainda não é um jogo perfeito, podendo fazer com que os jogadores não se importem com os quebra-cabeças e a história do jovem Maxwell e fiquem apenas jogando objetos na tela para interagir uns com os outros. Se você sabe que se divertirá fazendo qualquer uma das duas opções mencionadas, o mais novo jogo da franquia será um prato cheio.

Resumo:

New Super Mario Bros. U é o primeiro da série New que consegue ser bem sucedido na missão da série: trazer de volta tudo que fez com que Mario se tornasse o ícone que é hoje enquanto, ao mesmo tempo, introduz novas variáveis à equação. É um game feito por fãs, para fãs, e trará aos gamers das antigas diversas lembranças de quando os jogos eram mais simples e descompromissados. Para os que não viveram a era de ouro dos videogames, o título serve como uma boa maneira de entender o porquê de Mario ser uma das franquias mais icônicas da indústria.

Resumo:

É difícil recomendar "Black Ops Declassified" para alguém. Mesmo que você não se importe com a ausência de um enredo decente ou esteja desesperado por um jogo de tiro portátil, este "Call of Duty" é uma experiência frustrante que lembra muito pouco o arrasa-quarteirão que lhe empresta o nome. De fato, "Declassified" parece reunir todas as críticas negativas feitas aos jogos de "Call of Duty" nos últimos anos e transformar isso em um jogo. É uma experiência curta e irritante, que nos melhores momentos lembra vagamente o game no qual se inspira

Resumo:

Marvel Avengers: Battle for Earth não é um jogo perfeito. Ele tem falhas que poderiam ter sido resolvidas sem muita dificuldade, mas que ainda não conseguem fazer dele um jogo ruim.Como alguém que não tem paciência alguma para jogos com Kinect ou até mesmo o PlayStation Move, devo dizer que o game se mostrou muito divertido de se jogar, ainda que sua história seja a mais esquecível possível. Se você tem um Kinect e é fã de quadrinhos, Marvel Avengers: Battle for Earth é uma boa pedida. Só prepare o seu físico, pois você vai precisar.

Resumo:

O jogo continua a jogabilidade dos anteriores Katamari jogos em que os jogadores devem rolar uma bola pegajosa, conhecida como Katamari, ao longo de centenas de objetos, permitindo que ela cresça em tamanho e chegar a um tamanho desejado dentro de um limite de tempo. No entanto, esta iteração adiciona novas mecânicas de jogo que faz uso dos recursos do Vita PlayStation. Junto com os controles analógicos, os jogadores podem mover seus dedos pela tela sensível ao toque, a fim de mover o seu Katamari na direção desejada.

8
Recomendo
Resumo:

Tenho cerca de 80 quebra-cabeças em Dokuro. Estou longe de ser o jogador mais talentoso de quebra-cabeça em volta, mas Dokuro, não importa o quão difícil pode ser às vezes, raramente é frustrante. Começar com cada quebra-cabeça é uma mistura gratificante de tentativa-e-erro jogo misturado com um pouco de sorte, e assistindo a princesa se ​​abaixar para pegar a flor solitária em branco no final de cada quebra-cabeça, significando a conclusão da tarefa em mãos , é uma recompensa adequada para um trabalho bem feito.

Resumo:

LEGO Lord of the Rings é sem dúvidas um jogo divertido. Por vezes será fácil demais e poderá perder um pouco a graça. A trilha sonora e vozes podem deixar um sentimento gostoso de nostalgia dos filmes. O humor característico da franquia LEGO é bem agradável e descontraído, mas não tem grandes alterações no enredo. Em suma, é um game que você passará algumas horas jogando, sozinho ou com amigos. Mas para quem não gosta de jogos fáceis: não indicamos, a não ser que você seja fã da trilogia e dos livros de Tolkien.

Resumo:

LEGO Lord of the Rings é sem dúvidas um jogo divertido. Por vezes será fácil demais e poderá perder um pouco a graça. A trilha sonora e vozes podem deixar um sentimento gostoso de nostalgia dos filmes. O humor característico da franquia LEGO é bem agradável e descontraído, mas não tem grandes alterações no enredo. Em suma, é um game que você passará algumas horas jogando, sozinho ou com amigos. Mas para quem não gosta de jogos fáceis: não indicamos, a não ser que você seja fã da trilogia e dos livros de Tolkien.

Resumo:

LEGO Lord of the Rings é sem dúvidas um jogo divertido. Por vezes será fácil demais e poderá perder um pouco a graça. A trilha sonora e vozes podem deixar um sentimento gostoso de nostalgia dos filmes. O humor característico da franquia LEGO é bem agradável e descontraído, mas não tem grandes alterações no enredo. Em suma, é um game que você passará algumas horas jogando, sozinho ou com amigos. Mas para quem não gosta de jogos fáceis: não indicamos, a não ser que você seja fã da trilogia e dos livros de Tolkien.

Resumo:

LEGO Lord of the Rings é sem dúvidas um jogo divertido. Por vezes será fácil demais e poderá perder um pouco a graça. A trilha sonora e vozes podem deixar um sentimento gostoso de nostalgia dos filmes. O humor característico da franquia LEGO é bem agradável e descontraído, mas não tem grandes alterações no enredo. Em suma, é um game que você passará algumas horas jogando, sozinho ou com amigos. Mas para quem não gosta de jogos fáceis: não indicamos, a não ser que você seja fã da trilogia e dos livros de Tolkien.

7
Recomendo
Resumo:

Após fazer bonito no PlayStation 3, Xbox 360 e PC, "FIFA 12" chega ao PS Vita com o nome de "FIFA Soccer", mas engana-se quem pensa que o novo nome significa um recomeço na franquia. O jogo é uma cópia quase fiel da versão 2012 do bate-bola da EA. Infelizmente, os recursos exclusivos do portátil não funcionam de maneira satisfatória, e outros ficaram de fora, como o Cross-Play, para jogar junto com o PS3, mas quem adora a mecânica e física realista da série agora pode levá-los no bolso com muita qualidade.

Resumo:

Não sei vocês, mas eu fiquei completamente decepcionado com esse título da Acquire. Com um enredo fraco, péssima inteligência artificial e um monte de quests aleatórias e muitas vezes sem sentido, Shinobido 2: Revenge of Zen está longe de ser digno de levar o nome da empresa. Trocando em miúdos, existem títulos melhores para gastar o seu rico dinheirinho. E se você, leitor, por algum motivo tenha esperança de que vá ver algo parecido com Tenchu na tela do Vita, fuja desse jogo como se não houvesse amanhã.

Resumo:

No geral, Reality Fighters tenta inovar, apresentando um pouco mais da realidade aumentada no Vita, permitindo ao jogador personalizar não só seus lutadores com uma vasta gama de opções, bem como os cenários nos quais serão travados os combates, bem como apresenta um sistema de combate simples que poderá entreter os jogadores mais casuais, contudo, será pouco aproveitado por aqueles já acostumados com o mundo dos jogos, e será utilizado em sua grande maioria simplesmente pela platina relativamente fácil.

Resumo:

Só o fato de ser o retorno de uma franquia clássica no formato em que todos aprenderam a ama-lá é algo positivo para Donkey Kong Country Returns, mas a Retro Studios foi bem além da simples nostalgia. Com um design de fases criativo e desafiador, o novo Donkey Kong consegue passar o clima dos jogos antigos sem parecer ultrapassado, além de ser bem desafiador. O único deslize é a insistência em implementar alguma mecânica relacionada ao sensor de movimento, o que não funcionou bem aqui.

Resumo:

Com a bem-intencionada proposta de entregar aos fãs de Ben 10 um jogo divertido de corrida aos moldes de clássicos como Crash Team Racing e Mario Kart, Galactic Racing falha por conta de diversos problemas que anulam todo o seu potencial de diversão. Mesmo para os fãs do herói do Cartoon Network (que podem se divertir ao encontrar o seu personagem favorito e diversos planetas encontrados na série de animação),a experiência em geral é bastante sofrível e não merece o tempo gasto nela.

Resumo:

Com a bem-intencionada proposta de entregar aos fãs de Ben 10 um jogo divertido de corrida aos moldes de clássicos como Crash Team Racing e Mario Kart, Galactic Racing falha por conta de diversos problemas que anulam todo o seu potencial de diversão. Mesmo para os fãs do herói do Cartoon Network (que podem se divertir ao encontrar o seu personagem favorito e diversos planetas encontrados na série de animação),a experiência em geral é bastante sofrível e não merece o tempo gasto nela.

Resumo:

Com a bem-intencionada proposta de entregar aos fãs de Ben 10 um jogo divertido de corrida aos moldes de clássicos como Crash Team Racing e Mario Kart, Galactic Racing falha por conta de diversos problemas que anulam todo o seu potencial de diversão. Mesmo para os fãs do herói do Cartoon Network (que podem se divertir ao encontrar o seu personagem favorito e diversos planetas encontrados na série de animação),a experiência em geral é bastante sofrível e não merece o tempo gasto nela.

Resumo:

Com a bem-intencionada proposta de entregar aos fãs de Ben 10 um jogo divertido de corrida aos moldes de clássicos como Crash Team Racing e Mario Kart, Galactic Racing falha por conta de diversos problemas que anulam todo o seu potencial de diversão. Mesmo para os fãs do herói do Cartoon Network (que podem se divertir ao encontrar o seu personagem favorito e diversos planetas encontrados na série de animação),a experiência em geral é bastante sofrível e não merece o tempo gasto nela.

Resumo:

Com a bem-intencionada proposta de entregar aos fãs de Ben 10 um jogo divertido de corrida aos moldes de clássicos como Crash Team Racing e Mario Kart, Galactic Racing falha por conta de diversos problemas que anulam todo o seu potencial de diversão.Mesmo para os fãs do herói do Cartoon Network (que podem se divertir ao encontrar o seu personagem favorito e diversos planetas encontrados na série de animação),a experiência em geral é bastante sofrível e não merece o tempo gasto nela.

Resumo:

O tempo gasto no desenvolvimento de Splinter Cell: Conviction podia significar o melhor jogo da série em muito tempo, mas acaba sendo o contrário. A abordagem casual tirou boa parte do mérito da série, que se destacava justamente pelas inúmeras possibilidades e pela ação stealth inteligente, deixando o jogo com cara de só mais um tiro em terceira pessoa. Felizmente o multiplayer cooperativo e o modo Face-Off salvam Conviction, principalmente para quem gosta de jogar online.

7
Recomendo
Resumo:

A Codemasters continua na direção certa. Cada vez mais seu jogo de Fórmula 1 consegue nos colocar dentro dos bastidores da maior categoria do automobilismo. O que não falta são motivos para jogar “F1 2011”. Ele é um bom simulador tanto para quem é dedicado e conhece tudo sobre automobilismo, mas também é um bem jogo de corrida para pilotos de fim de semana. Alguns problemas como o comportamento irreal dos pilotos adversários não são motivos suficientes para não jogá-lo.

6
Recomendo
Resumo:

A Codemasters continua na direção certa. Cada vez mais seu jogo de Fórmula 1 consegue nos colocar dentro dos bastidores da maior categoria do automobilismo. O que não falta são motivos para jogar “F1 2011”. Ele é um bom simulador tanto para quem é dedicado e conhece tudo sobre automobilismo, mas também é um bem jogo de corrida para pilotos de fim de semana. Alguns problemas como o comportamento irreal dos pilotos adversários não são motivos suficientes para não jogá-lo.

8
Recomendo
Resumo:

A Codemasters continua na direção certa. Cada vez mais seu jogo de Fórmula 1 consegue nos colocar dentro dos bastidores da maior categoria do automobilismo. O que não falta são motivos para jogar “F1 2011”. Ele é um bom simulador tanto para quem é dedicado e conhece tudo sobre automobilismo, mas também é um bem jogo de corrida para pilotos de fim de semana. Alguns problemas como o comportamento irreal dos pilotos adversários não são motivos suficientes para não jogá-lo.

8
Recomendo
Resumo:

A Codemasters continua na direção certa. Cada vez mais seu jogo de Fórmula 1 consegue nos colocar dentro dos bastidores da maior categoria do automobilismo. O que não falta são motivos para jogar “F1 2011”. Ele é um bom simulador tanto para quem é dedicado e conhece tudo sobre automobilismo, mas também é um bem jogo de corrida para pilotos de fim de semana. Alguns problemas como o comportamento irreal dos pilotos adversários não são motivos suficientes para não jogá-lo.

8
Recomendo
Resumo:

A Codemasters continua na direção certa. Cada vez mais seu jogo de Fórmula 1 consegue nos colocar dentro dos bastidores da maior categoria do automobilismo. O que não falta são motivos para jogar “F1 2011”. Ele é um bom simulador tanto para quem é dedicado e conhece tudo sobre automobilismo, mas também é um bem jogo de corrida para pilotos de fim de semana. Alguns problemas como o comportamento irreal dos pilotos adversários não são motivos suficientes para não jogá-lo.

Resumo:

"One Piece: Unlimited Cruise SP é um caso um pouco especial. No Japão, o jogo foi lançado em dois episódios em um único cartucho com o modo "Ford Marine". Para o lançamento europeu, tivemos que integrar o jogo em cinco idiomas (inglês, francês, alemão, italiano e espanhol), de forma que isso representava um problema para a capacidade disponível em um cartucho de 3DS. Após tentarmos várias abordagens sem sucesso, fomos obrigados a incluir apenas o primeiro episódio

Resumo:

Assim como os outros games da série "LEGO", "LEGO Batman 2: DC Super Heroes" traz diversão de qualidade para todas as idades, agora com uma Gotham City inteirinha para explorar (pense em como seria um "Grand Theft Auto" com censura livre). É legal jogar sozinho, mas é melhor ainda quando duas pessoas interagem; enfim, é um dos games ideais para pais e filhos jogarem juntos. O game tem uma historinha charmosa e é acessível mesmo para jogadores inexperientes.

Resumo:

Assim como os outros games da série "LEGO", "LEGO Batman 2: DC Super Heroes" traz diversão de qualidade para todas as idades, agora com uma Gotham City inteirinha para explorar (pense em como seria um "Grand Theft Auto" com censura livre).É legal jogar sozinho, mas é melhor ainda quando duas pessoas interagem; enfim, é um dos games ideais para pais e filhos jogarem juntos. O game tem uma historinha charmosa e é acessível mesmo para jogadores inexperientes.

Resumo:

Assim como os outros games da série "LEGO", "LEGO Batman 2: DC Super Heroes" traz diversão de qualidade para todas as idades, agora com uma Gotham City inteirinha para explorar (pense em como seria um "Grand Theft Auto" com censura livre).É legal jogar sozinho, mas é melhor ainda quando duas pessoas interagem; enfim, é um dos games ideais para pais e filhos jogarem juntos. O game tem uma historinha charmosa e é acessível mesmo para jogadores inexperientes.

Resumo:

Fundamentado em seu primo distante, Ragnarök Online, com porings e Kafras espalhados pelos cenários, Ragnarok Odyssey acabou se revelando uma boa surpresa para o PS Vita, um tanto quanto precário em títulos exclusivos. É bom ressaltar que o estilão Monster Hunter "resumido", a interação entre os jogadores, personalizações e campanhas que podem ser realizadas em um curto período de tempo são boas o suficiente para delinear o futuro do gênero no portátil.

7
Recomendo
Resumo:

Grande parte do apelo de Smart As está no facto de termos uma estrutura persistente que liga os jogadores e os seus resultados a um nível global, onde as disputas que os mini desafios promovem podem facilmente virar obsessão. Claro que no geral é algo tímido em dimensão e também não traz nada de novo para o "género". É ainda assim uma boa opção para ter na Vita se procuram curtas sessões de jogo, ficará ao vosso critério se vale ou não o preço.

Resumo:

Com várias horas de jogo, muitos desbloqueáveis e o charme característico da série, o jogo é uma pedida certa para todo o tipo de jogador. Além disso, os brasileiros também tem a vantagem da localização, ainda que limitada somente às legendas, para o português. Desse modo, se você estava procurando um bom jogo protagonizado pelos bonecos LEGO, essa é a melhor opção até o momento e, com alguma sorte, uma futura referência para mais bons games.

Resumo:

Com gráficos ótimos e um modo carreira decente e durável, Virtua Tennis 4: World Tour Edition merece a recomendação para quase todos os jogadores do portátil da Sony. Some-se a isso a qualidade já conhecida da série na jogabilidade de uma partida de tênis e fica difícil dizer o contrário. Áudio e multiplayer pouco inspirados somados à tosca utilização da tela de toque tiram um pouco do brilho, mas não são capazes de atrapalhar a experiência.

Resumo:

“Mass Effect 3” fecha com chave de ouro a trilogia que começou há quatro anos em uma história verdadeiramente emocionante, com milhares de decisões para serem tomadas e ponderadas. A ação foi melhorada e as mecânicas que não funcionavam direito foram deixadas de lado. O mais bacana é que finalmente a produtora BioWare ouviu o clamor dos fãs e entregou um modo multiplayer bem interessante e que vai manter o jogo ativo por muitos meses.

Resumo:

Dynasty Warriors NEXT tem uma base bem específica à sua espera e apesar de pavimentar o caminho para o futuro da série não contém nada de verdadeiramente inovador aqui. A Koei continua a apostar numa postura de pequenos passos de cada vez e se são fãs da série então têm aqui um produto recomendável, caso contrário nem sequer vale a pena considerarem a sua compra pois nem vão conseguir perceber se realmente existem novidades.

Resumo:

Uncharted: Drake's Fortune é um jogo de tiro em terceira pessoa que, à primeira vista, remete diretamente às aventuras de Lara Croft em sua série longeva, Tomb Raider. O jogo apresenta uma jogabilidade simples, apresentação gráfica descomplicada além de uma história onde o jogador, um aventureiro nato, procura tesouros ocultos em uma ilha cheia de mercenários que compartilham o mesmo interesse do protagonista — Drake.

Resumo:

Um game online, só que offline. Esse é o melhor termo para definir “Xenoblade Chronicles”, que conta com um mundo grande o suficiente para oferecer dezenas de horas de exploração, além de missões paralelas e outros conteúdos. O sistema de afinidade entre os personagens, que afeta várias ações realizadas no decorrer da história, também chama a atenção por levar a amizade dos guerreiros para além das cenas de corte.

8
Recomendo
Resumo:

O game preserva boas características do passado, como suporte para quatro jogadores simultâneos e rotinas de dança especiais para fazer exercícios e queimar calorias, mas carece de novidades. Do jeito que saiu, "Just Dance 4" não justifica ser lançado em disco e parece mais um pacote de expansão de luxo com novas músicas - que poderiam muito bem ter sido lançadas por download - do que exatamente uma nova versão.

8
Recomendo
Resumo:

O game preserva boas características do passado, como suporte para quatro jogadores simultâneos e rotinas de dança especiais para fazer exercícios e queimar calorias, mas carece de novidades. Do jeito que saiu, "Just Dance 4" não justifica ser lançado em disco e parece mais um pacote de expansão de luxo com novas músicas - que poderiam muito bem ter sido lançadas por download - do que exatamente uma nova versão.

8
Recomendo
Resumo:

O game preserva boas características do passado, como suporte para quatro jogadores simultâneos e rotinas de dança especiais para fazer exercícios e queimar calorias, mas carece de novidades. Do jeito que saiu, "Just Dance 4" não justifica ser lançado em disco e parece mais um pacote de expansão de luxo com novas músicas - que poderiam muito bem ter sido lançadas por download - do que exatamente uma nova versão.

8
Recomendo
Resumo:

O game preserva boas características do passado, como suporte para quatro jogadores simultâneos e rotinas de dança especiais para fazer exercícios e queimar calorias, mas carece de novidades.Do jeito que saiu, "Just Dance 4" não justifica ser lançado em disco e parece mais um pacote de expansão de luxo com novas músicas - que poderiam muito bem ter sido lançadas por download - do que exatamente uma nova versão.

Resumo:

Valkyria Chronicles" é um belo exemplo do que a Sega pode fazer quando está inspirada e um excelente motivo para que os mais fanáticos donos do console da Sony tenham ainda mais orgulho de sua aquisição. Sem muito alarde, a casa do Sonic conseguiu entregar um excelente RPG estratégico que apresenta uma história emocionante, com gráficos bacanas e uma mecânica bastante robusta, com riquíssimas variáveis.

Resumo:

Ogame se parece com uma versão muito mais sombria de Pikmin, do GameCube. Semelhança que pode se originar de Motoi Okamoto, chefe do estúdio Entersphere e responsável pelo roteiro da série da Nintendo. No entanto, Army Corps of Hell se destaca pelos chefes demoníacos e gigantescos, que exigem a utilização das habilidades de todos os seus asseclas, assim como a rapidez de raciocínio de seu comandante.

Resumo:

 Disgaea 3 é altamente recomendado no Vita. A natureza do sistema faz para empreendimentos mais perdão para as profundezas dos mundos do jogo item eo pixel art pode ser mais fácil de perdoar a tela menor. Plataforma de lado, este já era um excelente jogo de estratégia baseado em turnos que, apesar de muito pesado na exposição frívola, pode ser explorado e desfrutado daqui para a eternidade.

Resumo:

Warriors Orochi 3 Hyper, enquanto danificado na mudança de outros sistemas HD para o Wii U, acaba mantendo seu apelo como uma das melhores prestações esta série. O novo conteúdo pode ser o suficiente para tirar os jogadores estabelecidos de volta para um segundo olhar, e partidários da Nintendo que já anteriormente ignorados a franquia conseguiu encontrar um salto-em bom ponto aqui.

Resumo:

Evolução. Essa é a palavra que define “The Legend of Zelda: Skyward Sword”. Da adição dos movimentos livres com a espada (graças ao Motion Plus, acessório obrigatório) aos elementos de RPG, o game marca um novo rumo numa das séries mais fortes da Nintendo. Uma bela forma de comemorar os 25 anos da franquia, além de ser um item obrigatório na coleção de qualquer “nintendista”.

Resumo:

Rayman Origins representa uma combinação única de saudosismos, humor, diversão e beleza. Há um ambiente orgânico, em que tudo apresenta movimento; em que tudo parece ligado a um centro comum. Há também uma das mais belas direções de arte que já se viu nos video games, com atenção mesmo aos mínimos detalhes, transformando o resultado em uma bela obra de arte interativa.

Resumo:

Rayman Origins representa uma combinação única de saudosismos, humor, diversão e beleza. Há um ambiente orgânico, em que tudo apresenta movimento; em que tudo parece ligado a um centro comum. Há também uma das mais belas direções de arte que já se viu nos video games, com atenção mesmo aos mínimos detalhes, transformando o resultado em uma bela obra de arte interativa.

Resumo:

No fim das contas, Hot Shots Golf: World Invitational é um game mediano. Possui elementos suficientes para divertir qualquer um por horas, apesar de ser frustrante em alguns momentos. E apesar de não ser, nem de longe, um dos principais jogos do Vita, é aquele típico jogo ideal para jogar no intervalo de alguma tarefa ou em uma viagem, quando você se cansa da paisagem.

Resumo:

Rayman Origins representa uma combinação única de saudosismos, humor, diversão e beleza. Há um ambiente orgânico, em que tudo apresenta movimento; em que tudo parece ligado a um centro comum. Há também uma das mais belas direções de arte que já se viu nos video games, com atenção mesmo aos mínimos detalhes, transformando o resultado em uma bela obra de arte interativa.

Resumo:

Rayman Origins representa uma combinação única de saudosismos, humor, diversão e beleza. Há um ambiente orgânico, em que tudo apresenta movimento; em que tudo parece ligado a um centro comum. Há também uma das mais belas direções de arte que já se viu nos video games, com atenção mesmo aos mínimos detalhes, transformando o resultado em uma bela obra de arte interativa.

Resumo:

Rayman Origins representa uma combinação única de saudosismos, humor, diversão e beleza. Há um ambiente orgânico, em que tudo apresenta movimento; em que tudo parece ligado a um centro comum. Há também uma das mais belas direções de arte que já se viu nos video games, com atenção mesmo aos mínimos detalhes, transformando o resultado em uma bela obra de arte interativa.

Resumo:

Rayman Origins representa uma combinação única de saudosismos, humor, diversão e beleza. Há um ambiente orgânico, em que tudo apresenta movimento; em que tudo parece ligado a um centro comum. Há também uma das mais belas direções de arte que já se viu nos video games, com atenção mesmo aos mínimos detalhes, transformando o resultado em uma bela obra de arte interativa.

Resumo:

A variedade de opções mostra toda a diversidade do jogo. Além de utilizar o Wii-mote e Nunchuk, você também poderá escolher entre jogar somente com o Wii-mote (na posição horizontal), com o controle clássico do Wii, ou ainda com o controle do Game Cube. E o melhor de tudo é que não importa qual o controle que você escolha todos respondem de forma inteligente e rápida

Resumo:

O primeiro jogo da grande franquia Assassin's Creed, que nós apresenta Altair, o personagem mais marcante e da franquia, mas que foi mal explorado, um grandioso jogo, com uma estoria espetacular, com uma boa jogabilidade, que não enjoa, o único problema é a quantidade excessiva de enemigos que te perseguem quando você é descoberto, mas tirando isso, é um ótimo jogo.

Resumo:

É um grande game, tem um mundo enorme e proporciona horas de aventura sem dizer que tem belos gráficos na versão do pc e é muito mal portado para os consoles, e muito viciante. Mas tem muitos pontos negativos, tem um jogabilidade muito simples, sem muitos ataques, com vários bugs, que tiram totalmente a imersão do jogo e com uma estoria fraca demais para um RPG.

Resumo:

Na prática, Bleach Wii não passa de um jogo de luta interativo em que os lutadores usam espadas controladas pelo Wii Remote. Além das figuras já conhecidas na série fora dos videogames, surge um personagem exclusivo do Wii: Arturo Plateado. A banda High and Mighty Color, uma das maiores do segmentos Pop/Rock do Japão, é a responsável pela música-tema do jogo.

Resumo:

Ao levar “Call of Duty” para o futuro próximo, “Black Ops II” busca oferecer direções para o futuro da principal franquia de videogame da atualidade. Seja com um sistema de escolhas, finais alternativos ou o refinamento do popular multiplayer, a Treyarch mostra que “Call of Duty” pode sim mudar e evoluir, ainda que, muitas vezes, na base da tentativa e erro.

8
Recomendo
Resumo:

WipEout 2048 vale a pena e muito, principalmente para quem é fã de games de corridas. Ainda, para fazer constar, o título apresenta uma das trilhas sonoras mais bem renomadas e mais frenéticas de todo o mundo dos games. Se 2048 for seu primeiro WipEout, é diversão garantida! Agora, se você já conhece o HD e o Fury, pode ser que você não se impressione tanto.

Resumo:

Ao levar “Call of Duty” para o futuro próximo, “Black Ops II” busca oferecer direções para o futuro da principal franquia de videogame da atualidade. Seja com um sistema de escolhas, finais alternativos ou o refinamento do popular multiplayer, a Treyarch mostra que “Call of Duty” pode sim mudar e evoluir, ainda que, muitas vezes, na base da tentativa e erro.

Resumo:

Ao levar “Call of Duty” para o futuro próximo, “Black Ops II” busca oferecer direções para o futuro da principal franquia de videogame da atualidade. Seja com um sistema de escolhas, finais alternativos ou o refinamento do popular multiplayer, a Treyarch mostra que “Call of Duty” pode sim mudar e evoluir, ainda que, muitas vezes, na base da tentativa e erro.

Resumo:

Trata-se de um intenso jogo de estratégia militar, baseado em turnos, em que o jogador irá reviver as missões do famoso General Patton no comando do Terceiro Exército dos EUA, no auge da Segunda Guerra Mundial. O game oferece 4 tipos diferentes de missões: ataque, defesa, infiltração e sabotagem. Há 21 missões militares, além de modo multiplayer “Hot Seat”.

Resumo:

Trata-se de um intenso jogo de estratégia militar, baseado em turnos, em que o jogador irá reviver as missões do famoso General Patton no comando do Terceiro Exército dos EUA, no auge da Segunda Guerra Mundial. O game oferece 4 tipos diferentes de missões: ataque, defesa, infiltração e sabotagem. Há 21 missões militares, além de modo multiplayer “Hot Seat”.

Resumo:

Trata-se de um intenso jogo de estratégia militar, baseado em turnos, em que o jogador irá reviver as missões do famoso General Patton no comando do Terceiro Exército dos EUA, no auge da Segunda Guerra Mundial. O game oferece 4 tipos diferentes de missões: ataque, defesa, infiltração e sabotagem. Há 21 missões militares, além de modo multiplayer “Hot Seat”.

Resumo:

Trata-se de um intenso jogo de estratégia militar, baseado em turnos, em que o jogador irá reviver as missões do famoso General Patton no comando do Terceiro Exército dos EUA, no auge da Segunda Guerra Mundial. O game oferece 4 tipos diferentes de missões: ataque, defesa, infiltração e sabotagem. Há 21 missões militares, além de modo multiplayer “Hot Seat”.

Resumo:

A versão "Extend" possui uma versão atualizada do modo história de Calamity Trigger chamada "Reconstruction". Há também o personagem Relius Clover, quatro novas histórias para Platinum, Makoto, Valkenhayn e Relius, um novo modo Unlimited Mars e um novo balanceamento para os personagens. O game possui uma nova abertura animada produzida por Production I.G.

Resumo:

A versão "Extend" possui uma versão atualizada do modo história de Calamity Trigger chamada "Reconstruction". Há também o personagem Relius Clover, quatro novas histórias para Platinum, Makoto, Valkenhayn e Relius, um novo modo Unlimited Mars e um novo balanceamento para os personagens. O game possui uma nova abertura animada produzida por Production I.G.

Resumo:

A versão "Extend" possui uma versão atualizada do modo história de Calamity Trigger chamada "Reconstruction". Há também o personagem Relius Clover, quatro novas histórias para Platinum, Makoto, Valkenhayn e Relius, um novo modo Unlimited Mars e um novo balanceamento para os personagens. O game possui uma nova abertura animada produzida por Production I.G.

Resumo:

Releitura de um jogo lançado há pouco mais de dois anos para Nintendo DS, “Shin Megami Tensei: Devil Survivor Overclocked” possui conteúdo para deixar o jogador grudado nas telas do portátil por um bom tempo – tudo isso graças a uma história bem conduzida (há até referências bíblicas) e um sistema de batalha que deixa tudo ainda mais divertido.

Resumo:

Todos os personagens são bem carismáticos e possuem habilidades únicas, Missões e desafios variados em todos os cinco mundos exploráveis, Muitos colecionáveis, que são bem balanceados em quantidade e dificuldade, Cel-shadding nos gráficos são muito bonitos, Trilha sonora agradávelDublagem em português brasileiro é quase sempre agradável.

Resumo:

Todos os personagens são bem carismáticos e possuem habilidades únicas, Missões e desafios variados em todos os cinco mundos exploráveis, Muitos colecionáveis, que são bem balanceados em quantidade e dificuldade, Cel-shadding nos gráficos são muito bonitos, Trilha sonora agradávelDublagem em português brasileiro é quase sempre agradável.

Resumo:

Depois de muita especulação e atrasos, a Gearbox Software e a SEGA finalmente lançaram "Aliens: Colonial Marines" e mostram para os jogadores que esperar nem sempre vale a pena. Os gráficos estão completamente ultrapassados, a inteligência artificial é fraquíssima e os personagens são estereótipos militares sem profundidade nenhuma.

Resumo:

Depois de muita especulação e atrasos, a Gearbox Software e a SEGA finalmente lançaram "Aliens: Colonial Marines" e mostram para os jogadores que esperar nem sempre vale a pena. Os gráficos estão completamente ultrapassados, a inteligência artificial é fraquíssima e os personagens são estereótipos militares sem profundidade nenhuma.

Resumo:

Final Fantasy XIII é potencialmente divertido, mas exige paciência. As batalhas são divertidas; o visual é lindo; os personagens principais são interessantes, o mundo é fantástico. Poderia ser melhor se fosse menos linear, e com mais liberdade, espero que a Square Enix consiga arrumar isso nós próximos jogos da franquia.

10
Recomendo
Resumo:

Alan Wake é um ótimo jogo de suspenso, a Remedy soube muito bem como contar a estoria e deixar os jogadores entretidos, o game passa a sensação de assistir um serie americana de televisão, sem falar da jogabilidade e da profundidade da estoria que o jogo proporciona. Jogo obrigatório para todos os que tem um Xbox 360

Resumo:

“Uncharted: Golden Abyss” cumpre esta tarefa no PS Vita, mas perdeu um pouco de sua magia. Um dos motivos pode ter sido a troca do desenvolvedor: o estúdio Bend foi o responsável ao invés da Naughty Dog. No fim das contas o game é bem divertido, mesmo tendo ficado muito mais fácil com o uso das novas mecânicas.

Resumo:

O retorno dos primatas conta com novos mundos, mini-jogos originais e gráficos atualizados, adicionando uma vibração nova e original de Super Monkey Ball para PlayStation Vita. Os jogadores podem gerenciar o impulso de cada macaco para navegar por bordas estreitas, plataformas móveis e obstáculos desafiadores.

Resumo:

Adaptação fidelíssima de Ninja Gaiden Sigma. Extremamente desafiador. Jogabilidade rápida, fluida e divertida. Mission mode com algumas novas missões. Ninja Gaiden em qualquer lugar. Maldito giroscópio. 30 fps comparados aos 60 do PS3. Nenhuma novidade ou melhoria substancial. Enredo tosco.

Resumo:

Enslaved é um ótimo game de ação e aventura que te motiva a cada segundo ,onde o personagem principal nada mais é que um ''homen macaco'' chamado Monkey ,que tem muita força e agilidade. A maior parte da hístoria vç é acompanhado por Trip, uma bela mulher que por sinal é muito inteligente.

Resumo:

Um bom jogo, não tão bom quanto os antigos jogos da franquia, mas é um jogo obrigatório para todo fã de Final Fantasy, peca em alguns quesitos, mas tem um final espetacular, que faz você ficar com o queixo caído, falta pouco, para a Square Enix conseguir voltar com força com a franquia.

Resumo:

Grande jogo, que da um grande salto, tanto na jogabilidade quanto nos gráficos, com uma estoria tão enigmática quanto do primeiro, com grandes personagens, que fazem o jogo ser mais grandioso, é uma evolução em todos os aspectos do primeiro jogo, com mais mistérios do que o primeiro. 

8
Recomendo
Resumo:

Excelente jogo! Fez valer apena a compra do psvita. Qm gosta de jogos como Battlefild e call of duty vai gostar desse. é claro q ñ significa q vc vai dirigir tanks e jatos. Um jogo de estratégia q exige inteligência. è muito empolgante! Dá vontade de jogar varias vezes a mesma fase.

Resumo:

O jogo em si é otimo, cenas em Anime explendidas porem pequenas, jogabilidade otima e lutas muito divertidas, os graficos são muito bons.Tem algumas controversas como a Camera, seu angulo não se move o que atrapalha muito, mas pelo que pude notar, consegui jogar muito bem com ela 

10
Recomendo
Resumo:

LittleBigPlanet é uma preciosidade, um jogo capaz de conquistar os mais despretensiosos dos jogadores até os mais amargos. A sua identidade visual é inconfundível, a sua jogabilidade propõem uma mistura inteligente dos elementos clássicos do gênero com novidades revolucionárias.

Resumo:

Um grande jogo, recomendo para os gamer que gostam de experimentar algo com uma pegada diferente, tem um clima de jogo de terror, com uma boa dose de comedia, e vale muito a pena comprar, principalmente por que é um projeto de suda 51 com Shinji Mikami e Akira Yamaoka.

Resumo:

Uncharted 3” mostra o retorno do aclamado game cinematográfico do PlayStation 3. A aventura de Nathan Drake consegue mais uma vez surpreender o jogador com belíssimos efeitos visuais, combates emocionantes e um modo multiplayer de arrebentar.

8
Recomendo
Resumo:

Os comentaristas repetem e animações funk vão aparecer, mas o jogo como um todo é muito bom. A apresentação de TV, a jogabilidade refinada, a física mais realista - tudo isso acrescenta-se a Madden NFL 13 sendo algo verdadeiramente especial.

9
Recomendo
Resumo:

Os comentaristas repetem e animações funk vão aparecer, mas o jogo como um todo é muito bom. A apresentação de TV, a jogabilidade refinada, a física mais realista - tudo isso acrescenta-se a Madden NFL 13 sendo algo verdadeiramente especial.

8
Recomendo
Resumo:

Os comentaristas repetem e animações funk vão aparecer, mas o jogo como um todo é muito bom. A apresentação de TV, a jogabilidade refinada, a física mais realista - tudo isso acrescenta-se a Madden NFL 13 sendo algo verdadeiramente especial.

8
Recomendo
Resumo:

Os comentaristas repetem e animações funk vão aparecer, mas o jogo como um todo é muito bom. A apresentação de TV, a jogabilidade refinada, a física mais realista - tudo isso acrescenta-se a Madden NFL 13 sendo algo verdadeiramente especial.

Resumo:

O jogo tem uma duração até que relativamente longa, mas as missões extras para ganhar dinheiro é um pouco repetitiva e curta. Se fosse mais longa com certeza seria um jogo quase completo, tirando os gráficos simples do jogo.

Resumo:

Um bom jogo da franquia Resident Evil, não é tão bons quantos os antigos, mas é legal, e proporciona varias horas de entretenimento se for jogando no modo co-op ou no mercenários, recomendo que jogo com os amigos, ou online.

Resumo:

Jogo em 3D com estilo anime, onde você entra em duas linhas históricas que se passam no Netheruniverse, como um personagem masculino ou feminino. Ambos têm sua própria história original, com muitas participações especiais.

6
Recomendo
Resumo:

Além dos equipamentos, o carro também pode mudar de forma para ajudar na perseguição, passando de um veículo “convencional” (afinal, é um super-carro) para um barco. Pelo ar, a ajuda vem do suporte aéreo de um avião.

Resumo:

em alguns momentos do jogo você tem a impessão de que está no chuveiro pela má gravação, poderia ter sido melhor mas tirando isso o game é bom e em alguns momentos o áudio também principalmente no começo do jogo.

Resumo:

em alguns momentos do jogo você tem a impessão de que está no chuveiro pela má gravação, poderia ter sido melhor mas tirando isso o game é bom e em alguns momentos o áudio também principalmente no começo do jogo

Resumo:

em alguns momentos do jogo você tem a impessão de que está no chuveiro pela má gravação, poderia ter sido melhor mas tirando isso o game é bom e em alguns momentos o áudio também principalmente no começo do jogo

7
Recomendo
Resumo:

Sejamos justos: existem novidades, porém elas são poucas e apenas jogadores muito dedicados as perceberão. Entretanto é sabido que melhorar algo que já é bom é uma tarefa árdua para os games de esporte.

Resumo:

Grande jogo, que faz jus ao nome do Batman, com uma estoria fenomenal, e com personagens marcantes, sem falar da ótima jogabilidade e gráficos com vários sidequest, podendo chegar até 40 horas de jogo.

Resumo:

História e narrativa sensacionais, Script impecável. Personagens carismáticos. Dublagem excelentes. Ótimos puzzles. Pouca ação pode afastar os jogadores que buscam mais interatividade. Gráficos fracos.

5
Recomendo
Resumo:

Wipeout 3 tentou renovar depois das reclamações de Wipeout 2 ser uma copia carbono do primeiro game. Mas essas renovações acabaram por ser desastrosas, tirando todo o brilho dos primeiros games.

5
Recomendo
Resumo:

Wipeout 3 tentou renovar depois das reclamações de Wipeout 2 ser uma copia carbono do primeiro game. Mas essas renovações acabaram por ser desastrosas, tirando todo o brilho dos primeiros games.

5
Recomendo
Resumo:

Wipeout 3 tentou renovar depois das reclamações de Wipeout 2 ser uma copia carbono do primeiro game. Mas essas renovações acabaram por ser desastrosas, tirando todo o brilho dos primeiros games.

5
Recomendo
Resumo:

Wipeout 3 tentou renovar depois das reclamações de Wipeout 2 ser uma copia carbono do primeiro game. Mas essas renovações acabaram por ser desastrosas, tirando todo o brilho dos primeiros games.

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

PrósNarração em portuguêsJogabilidade perfeitaMuitos, muitos modos empolgantes de jogoContrasNarração em português (do Tiago Leifert)Alguns times nacionais não foram licenciados

Resumo:

Uma vez dominado,  é devastador para os seus adversários, Grande apresentação, Todos os modos, incluindo Estrada para o show, são tão agradável como nos últimos anos.

Resumo:

gráficos maravilhosos, legendas em português brasileiro, enredo que fecha a saga de Ezio., a inovação das defesas das DENS.

4
Recomendo
Resumo:

O jogo tem muito pouco conteúdo, e não é nada divertido.

9
Recomendo
Resumo:

Mesmo com alguns deslizes na adaptação, Mortal Kombat se sai muito bem em sua estreia no portátil da Sony. A Netherrealm fez um excelente trabalho na adaptação, principalmente por se preocupar em adicionar conteúdos exclusivos que aproveitem o que há de melhor no PlayStation Vita. Os problemas gráficos são facilmente compensados com a inserção desses novos conteúdos.Ainda que isso pareça ser apenas um extra, esse tipo de cuidado faz muita diferença, principalmente para quem já possui o título em sua versão para consoles de mesa. Os elementos adicionados no portátil ampliam a experiência do game e fazem com que a batalha de bolso entre a Raiden e Shao Khan seja ainda melhor do que já vimos.

Resumo:

A grande pergunta que resta é: vale a pena pagar R$ 200 por 12 personagens? Se você já possui Fate of Two Worlds e não for um fã louco por algum dos estreantes, a melhor coisa a ser feita é esquecer a versão Ultimate e continuar se divertindo com o game que você tem em casa. Apesar de os novatos serem divertidos, a estrutura básica do game é a mesma, o que torna seu lançamento independente algo totalmente questionável.Contudo, para quem está chegando ao mundo do crossover agora, Ultimate Marvel vs. Capcom 3 é uma ótima pedida, já que o título traz todos os acertos de seu antecessor, além de outras melhorias. Agora é torcer para que não venha uma edição “Turbo Champion Remix”.

7
Recomendo
Resumo:

Mesmo sendo altamente repetitivo e apresentando gráficos abaixo da média, "ZombiU" se destaca pela inovação em diferentes modalidades. Ideias excelentes, como a pontuação por sobrevivência e o uso do GamePad em diversas situações, aumentam a imersão e consequentemente divertem muito os fãs de 'survival horror'. Mas se você não está acostumado com o gênero, tenha cuidado: é preciso paciência para eliminar os zumbis e coletar itens escassos, o que pode frustrar os desavisados. Isso se torna muito mais relevante neste título do que nos mais recentes "Resident Evil", por exemplo, pois a dificuldade aqui é muito maior e as mortes são constantes.

Resumo:

Como era de se esperar, um dos crossovers mais esperados da geração não é nada menos do que compra obrigatória para todo fã de games de luta. A Capcom se superou novamente e fez com que Street Fighter X Tekken fosse exatamente aquilo que os apaixonados pelas duas franquias esperavam.Unindo elementos já conhecidos com elementos completamente inéditos, o título traz uma jogabilidade única, empolgante e extremamente viciante. Seja sozinho ou com amigos, colocar Ryu, Ken, Kazuya e Jin frente a frente é uma das experiências mais divertidas deste ano e que certamente será lembrada por um bom tempo como um dos melhores jogos de luta da geração.

Resumo:

Quem estava esperando um novo lançamento hardcore para o Wii pode ficar sossegado: Monster Hunter Tri não será fácil para jogadores casuais e nem mesmo para os experientes. A maior dificuldade certamente é adaptar a parte online à plataforma da Nintendo, visivelmente desprovida de recursos neste aspecto. Surpreendentemente, a Capcom atingiu o alvo em cheio e trouxe o melhor multiplayer que se pode encontrar no Wii. O único problema fica para o singleplayer arrastado, que demora mais de dez horas para pegar no tranco. Se o jogador sobreviver a isso pode relaxar e desfrutar das mais de 150 horas restantes que o jogo oferece.

Resumo:

Por mais que o GamePad ofereça mudanças na jogabilidade, elas são sutis e não resultam em diferenças significativas para quem já conhece aquele universo. Se você procura algo novo, saiba que a interação com o controle não é tão revolucionária a ponto de oferecer isso. Por outro lado, para quem não conhece o game, Armored Edition é tudo aquilo que você precisa para mergulhar em uma das melhores histórias dos últimos anos e na melhor adaptação de quadrinhos para video games que já vimos

Resumo:

Se você gosta de Super Smash Bros. e não tem nenhum problema de “fanboyzisse”, conseguirá se divertir com PlayStation All-Stars Battle Royale. Apesar de não serem idênticos, os jogos são bem parecidos, servindo muito mais como uma alternativa da Sony do que um concorrente para o game de luta do Mario e Cia. Com uma boa jogabilidade e um modo multiplayer bem divertido, o título é exatamente aquilo que todo mundo esperava quando ele foi anunciado, e não existe nada de errado com isso.

6
Recomendo
Resumo:

Como uma demonstração de ideias para o uso do GamePad, "Nintendo Land" se dá bem quando compartilhado entre amigos, mas não diverte jogadores mais solitários. O excelente uso do controle é um bom indício de que o Wii U tem futuro promissor. Fora isso, espere por um jogo curto, pouco profundo e que praticamente não explora a rede online Nintendo Network. O ideal seria que todas as versões do console já viessem com o game instalado como brinde em vez de cobrar como um disco separado.

Resumo:

Ao levar “Call of Duty” para o futuro próximo, “Black Ops II” busca oferecer direções para o futuro da principal franquia de videogame da atualidade. Seja com um sistema de escolhas, finais alternativos ou o refinamento do popular multiplayer, a Treyarch mostra que “Call of Duty” pode sim mudar e evoluir, ainda que, muitas vezes, na base da tentativa e erro.

Resumo:

Depois de muita especulação e atrasos, a Gearbox Software e a SEGA finalmente lançaram "Aliens: Colonial Marines" e mostram para os jogadores que esperar nem sempre vale a pena. Os gráficos estão completamente ultrapassados, a inteligência artificial é fraquíssima e os personagens são estereótipos militares sem profundidade nenhuma.

Resumo:

Street Fighter X Tekken continua sendo um excelente game, independente de sua plataforma. Mesmo com algumas restrições visuais e até mesmo de comandos, colocar Ryu e Kazuya frente à frente continua sendo extremamente divertido e vale muito a pena, principalmente para os fãs das duas franquias.

Resumo:

Final Fantasy Crystal Chronicles: The Crystal Bearers é um jogo de ação com elementos de RPG para Wii que faz parte da franquia exclusiva da Nintendo. O jogo apresenta o personagem Layle e seus amigos em uma aventura que envolve batalhas e quebra-cabeças.

Resumo:

em alguns momentos do jogo você tem a impessão de que está no chuveiro pela má gravação, poderia ter sido melhor mas tirando isso o game é bom e em alguns momentos o áudio também principalmente no começo do jogo

Resumo:

Jogo legal, mas não atendeu as expectativas, a câmera não para de rodar, e não tem o que promete, uma grande decepção.

Resumo:

Rise of the Guardians até mostra algumas boas ideias e mostra que poderia ter funcionado mas fica-se mesmo por aí. Não tem qualquer interesse além da sessão experimental e mesmo o encanto inicial pode ser um engano. Para uma história na qual o vencer dos medos e a crença tem tanta importância, não temos aqui nada que nos leve a vencer o medo do aborrecimento e a crença na monotonia. Os desafios repetem-se e não temos nada que realmente se mostra diferente após trinta minutos de jogo. Os mais pequenos até podem sentir-se cativados por algum tempo mas nem eles devem resistir a algo tão enfadonho.