X
502°

Ranking geral

358 pts

Como conseguir pontos?

Os pontos são adquiridos por meio de sua interação com o site.

Neste momento dar um check-in em um game ou youtube partner vale 1 ponto, enviar uma nota sem avaliação vale 1 ponto e enviar uma avaliação completa do jogo vale 20 pontos (os pontos são atualizados 1 vez ao dia).

Perfil: ?
As informações abaixo sobre o seu perfil são geradas com base nos games que você adicionou a sua aba de "Meus games" (atualizado uma vez por dia).
  • Ação
    100%
Large
  • PS4
Todas as plataformas
  • Spider-Man para PS4 Spider-Man

    Nacional a partir de:

    R$121,80
  • Rise of the Tomb Raider para PS4 Rise of the Tomb Raider

    Nacional a partir de:

    R$75,56
  • Final Fantasy XV para PS4 Final Fantasy XV

    Nacional a partir de:

    R$63,66
  • The Last Guardian para PS4 The Last Guardian

    Nacional a partir de:

    R$62,94
  • Dishonored 2 para PS4 Dishonored 2

    Nacional a partir de:

    R$69,90
Resumo:

Final Fantasy 13 tem muitos pontos positivos que poucos veem. A jogabilidade é um ponto forte. Os Eidolons diferentes dos outros Summons são extremamente uteis e te tiram de muitas enrascadas. O modo de estrategia ficou boa conforme você equipa cada personagem, automatizando quem ataca e quem cura ou defende (entre outros). Explorar o ponto fraco finalmente ficou evidente. Mesmo com nível máximo, sem estrategia você consegue morrer. Outros Final Fantasy são simples (eu realmente não usei nada nos outros pra fechar, apenas ataques físicos). A história é mediana, mas o modo linear (criticado por muitos), foi ótimo para dar dinamismo pro jogo. As lutas e as explorações não foram comprometidas só porque ficou muito linear. Ótimo jogo de RPG que dá pra completar tudo com 90 horas (é pouco comparado á outros FF). Recomendo.

Resumo:

DmC é sim um dos melhores da saga. A aparência do Dante não afeta e até dá um ar novo para a série. A história é boa e divertida com as tiradas (que foram reduzidas comparadas ao DmC 3). Os gráficos são ótimos e essa interação com o Limbo ficou perfeita. A jogabilidade além de ser boa se destaca com os combos infinitos que se pode realizar com todas as armas. É um daqueles jogos que você quer jogar em todos os modos e revisar tudo de novo, porque a jogabilidade ajuda a não deixar maçante a repetição. O jogo é entusiasmante e a interação de Dante com Vergil deixa esse novo jogo mais impressionante conforme a proposta adotada.

Resumo:

Burnout Paradise foge completamente de seus antecessores. O gráfico é ótimo sem duvidas, mas muitas coias divertidas dos outros jogos sumiram, ou perderam o propósito. As corridas são legais e a jogabilidade fácil e constante. O mundo aberto não ajuda muito para animar quando podíamos fazer o caos com grandes acidentes (perdeu o sentido). Claro estamos repletos de corridas e eventos (mas não me agradou muito). O online foi meio confuso para mim (em questão de troféus deixa a desejar). Entretanto ainda é muito divertido para aquilo que eles tentaram se propor em fazer.

Resumo:

Assassins Creed Revelations pode ser considerado o melhor da franquia Ezio. O online sempre bem divertido e conseguiu atrair a atenção dos jogadores. A histórias é bem entrelaçada com os demais jogos dando uma personalidade definitiva e concisa para Ezio. Os colecionáveis sempre são sem propósito, mas as missões secundárias conseguem distrair de modo agradável como um verdadeiro jogo deve trazer. Ainda continua dinâmico (ponto positivo), porém sem desafios (negativo) e com a jogabilidade simples sem dificuldades para aprender e tomar o ritmo durante o jogo.

8
Recomendo
Resumo:

Brutal Legend é simples (diferente do Rock and Roll). Uma das melhores trilhas sonoras dos games. Gráficos simples, história simples. A diversão fica pelo estilo de jogabilidade onde você monta um exercito do rock para acabar com o palco do inimigo em cada rodada. Quase desisti do online, muita pouca gente jogava e a dinâmica para os troféus é complicada para esse tipo de jogo. Porém é satisfatório e consume um fim de semana com diversão. Jack Black desbanca muitos que tentaram entregar seus rostos para um jogo de video game.

Resumo:

Castlevania: Lords of Shadow traz ótimos gráficos, monstros gigantes, jogabilidade simples e ótima história. Esse dinamismo em fases é um ar fresco para focar em cada ponto do jogo. Os cenários são incríveis e a trilha sonora também. A Baba Yaga com sua caixa de musica e o combate com Lucifer no final, além do dragão gigante antes são deslumbrantes para esse "folclore" e para a história. Ótimo jogo para entretenimento. Jogabilidade rápida para ser aprendida. Um jogo que não pode ficar de fora para qualquer "gamer".

8
Recomendo
Resumo:

Darksiders 2. Com certeza uma continuação que deu certo. O mundo aberto se expandiu e a dificuldade aumentou, até mesmo em missões secundárias e puzzles. No começo é possível se perder, mas rapidamente se pega o jeito dos mapas. Jogabilidade fácil de manusear e cumprindo a proposta de jogo. Os gráficos desenhados cairão bem com uma boa história. Além de muitas horas de jogo (achei um pouco exagerado). Indispensável pra quem gosta desse tipo de jogo. A Morte é bem mais carismática que a Guerra (Referente aos jogos).

Resumo:

Assassins Creed II é o jogo que te faz querer fazer parte continua dessa franquia. Mesmo superior ao primeiro jogo e a vasta gama de missões paralelas (secundárias) e uma ótima história que leva os outros jogos da franquia Ezio, ele apenas peca com excessivos colecionáveis (opinião minha). Além de tudo não é um jogo com uma jogabilidade difícil, dando poucos desafios aos seus jogadores (positivo para mim na jogabilidade). Hoje os jogos focam na história e esse com certeza cumpri para que veio, sem muitos desafios.

6
Não recomendo
Resumo:

Dead Island já se destaca por ser um jogo de zumbi e de mundo aberto. A única proposta que o jogo cumpri são os rios de zumbis em um mar de sangue (diversão que não acaba na matança). Os gráficos dos cenários são ótimos, mas a história é fraca e os personagens sem expressões. O jogo se destaca mesmo pela matança de zumbis que diverti bastante pela variedade de armas (depois de um tempo enjoa, porém não vem ao caso). pra quem gosta de passar o tempo apenas acabando com seus inimigos mortos-vivos, é o jogo certo.

Resumo:

Assassins Creed III foge do estilo dos demais, mas não perde em história e em "jogabilidade" por causa disso. Muito mais realista que os demais e mostra em câmeras muito próximas o desenrolar. O online é ótimo, colecionáveis consideráveis e missões secundarias que não enjoam. Porém aquela sensação furtiva não tem (poucas vezes fui forçada a me despistar na multidão). O jogo é dinâmico e como sempre sem muitos desafios, jogabilidade simples, mas satisfatória. Gráficos nota máxima.

Resumo:

Dante's Inferno é uma cópia geral do God of War. Não deixa de ser ruim por causa disso, mas ainda assim é muito simples. A jogabilidade é boa (obvio). A história foge do livro para dar dinamismo. Peca diversas vezes, porém é divertido para passar o tempo. Não traz desafios e não cumpre o que foi proposto (cumpre como cópia só). Ainda é um ótimo jogo para quem gosta de sangue ao estilo God of War. É possível se divertir com esse jogo e a proposta de cópia de GoW.

Resumo:

Darksiders. Incrível. A proposta meio desenhada caiu bem e a história de apocalipse sempre é bem vinda. As missões secundárias não me agradaram muito e os puzzles não são desafiadores. O mundo aberto para esse tipo de jogo é ótimo para a proposta e muito divertido, muitas horas de jogo. Não peca de modo geral e deixa a brecha para querer um jogo para cada cavaleiro do apocalipse. Jogabilidade fácil de aprender e é indispensável para qualquer "gamer".

Resumo:

Final Fantasy 13-2 é a melhor continuação entre os FFs. A jogabilidade continua boa e o ponto positivo é usar quase todos as criaturas como Eidolons, treinando a ponto de serem de várias maneiras úteis no combate. A história não melhorou muito e existem vários pontos a considerar na questão de conteúdo adicional. Não é um jogo difícil e consegue segurar o jogador por algumas horas pelo estilo de jogabilidade. Um bom RPG. Recomendo.

9
Recomendo
Resumo:

Ótima história. Li o livro Rapture antes do jogo - a dinâmica e estrutura é muito boa da história. Matar Big Daddies é muito divertido e é legal para um jogo de tiro (Que não gosto muito de jogo de tiro- fica equilibrado com Bullestorm, também ótimo jogo)

Resumo:

Não é ruim - apenas não me agradou tanto quanto o City - Acho que eles falharam com uma história de origem